Diva pop em ascensão, Dua Lipa agradece apoio do Brasil: "Eu comecei e já tinha página de fãs brasileiros"

Britânica ultrapassa 115 milhões de visualizações no vídeo de Be The One

  • Pop
  • Felipe Gladiador, do R7
Dua Lipa promete roubar cada vez mais a cena da indústria pop
Dua Lipa promete roubar cada vez mais a cena da indústria pop Divulgação/Warner Music

Dua Lipa é um dos novos nomes da música pop que mais estão dando o que falar na atualidade. Com uma voz forte e marcante, visual fashion e muita atitude, ela conquista cada vez mais fãs pelo mundo.

A diva britânica ultrapassa 115 milhões de visualizações em seu clipe mais assistido, para a música Be The One. Sem falar no vídeo de Scared To Be Lonely, música do DJ Martin Garrix com o vocal de Dua, que está próximo de 195 milhões de visualizações.

Na plataforma de streaming Spotify, os números também impressionam. As cinco músicas mais ouvidas da cantora somam mais de 300 milhões de execuções. 

Em entrevista ao R7, Dua falou sobre este "boom" de sucesso em seu trabalho. 

— É surreal e empolgante ao mesmo tempo. Como uma artista novata, você nunca sabe o que vai acontecer na sua carreira. As pessoas podem ou não curtir sua música. Este momento é mais do que eu poderia ter sonhado. 

A cantora lançou recentemente seu primeiro CD, que leva apenas seu nome. Ela define o Dua Lipa para quem ainda não a conhece.

— O CD é bem diverso em sonoridade, mas extremamente pop. Não acho que exista mais essa coisa de gênero fixo, eu faço o tipo de música que eu amo, mas tudo de um jeitinho pop mesmo.

Ela fala ainda sobre os temas do CD.

— Tudo neste álbum gira em torno do amor. São diferentes interpretações de coisas que aconteceram comigo, de altos e baixos. Eu diria que são várias músicas de amor juntas.

Dua conta que suas inspirações são diversas. 

— Eu amo vários tipos de música. Amo Destiny's Child, Beyoncé, Rihanna. Eu quero ter canções divertidas, fazer as pessoas dançarem, montar um show animado.

A britânica trabalhou como modelo e fica claro em seu visual, e em suas poses, que ela é muito ligada ao mundo da moda. Algumas publicações já chamaram Dua de "novo ícone fashion". Ela conta o que pensa disso.

— Eu acho engraçado [risos]. Eu só gosto de me produzir mesmo. Se as pessoas estão me vendo dessa forma, tudo ok por mim [risos], mas não é algo que eu esteja procurando, que eu esteja tentando ser. Eu amo moda e isso nem tem tanto a ver com o fato de que eu era modelo. Eu sempre curti brincar de me produzir. E eu tenho uma ótima equipe de estilo também.

Dua define o tipo de look que mais a agrada.

— Eu gosto de coisas diferentes e que sejam também divertidas.

Além de gravar com Martin Garrix, Dua já colaborou com outros nomes grandes como Sean Paul, na dançante No Lie, com Wale, Major Lazer e WizKid, na contagiante My Love, e com Miguel, na "good vibes" Lost In Your Light.

Dua termina a entrevista falando de seus fãs no Brasil. 

— Eu recebo muitas mensagens do Brasil. Eu comecei e já tinha uma página de fãs brasileiros, bem no comecinho [da carreira]. Obrigada por me darem apoio, especialmente desde o início. Obrigada por tudo que vocês fazem por mim.

Ela ainda fala da possibilidade de fazer shows aqui. 

— Eu adoraria poder ir. Nunca fui antes e acho que seria uma experiência sensacional fazer show aí. Ainda não há planos, mas espero que aconteça em breve.

Veja mais entrevistas do R7 Pop com divas pop:

Bebe Rexha promete bombar mais ainda em 2017: "É incrível saber que tocam minhas músicas no Brasil"

Anne-Marie, a voz de Alarm e Rockabye, fala com o R7: “Mal posso esperar para fazer show no Brasil”