Ticiane Pinheiro explica como a música a conecta com a filha Rafinha Justus

Os dons musicais de Rafinha são o orgulho da mamãe, que posta tudo nas redes sociais

Do R7

Ticiane Pinheiro e Rafinha Justus
Ticiane Pinheiro e Rafinha Justus Acervo Pessoal

A música se tornou uma paixão compartilhada na vida de Ticiane Pinheiro e a filha Rafinha Justus. Aos sete anos, a pequena já mostra ter muito talento tocando bateria e piano e, segundo a mãe, ama conhecer músicas novas. Juntas, as duas cantam, dançam e se divertem – uma verdadeira troca entre gerações. E claro que todo esse amor vai parar nas redes sociais da mamãe coruja.

A história de Rafinha com a música começou desde muito cedo. “Aos 8 meses, eu a coloquei em uma aula que estimula os sons para os bebês. Depois, com 3 anos, numa aula de música em que os professores que descobrem os dons das crianças, eles fazem aula de todos os instrumentos e descobrem qual é o mais adequado para cada uma. Rafa se descobriu na bateria e piano”, conta Tici.

E foi aí que a vontade da Rafa prevaleceu! Apesar de ser indicado apenas uma vez por semana, a menina quis investir nos dois instrumentos e não se arrepende: “Ela não se importa de faltar na escola, natação ou em uma festinha, mas não gosta de faltar nas aulas de música”.

Mas você acha que só Rafinha acabou mergulhando de cabeça na música? Que nada! Ela adora envolver sua mãe no assunto e gosta de apresentar coisas novas. “Ela me ensina algumas notas do piano, tem muito ritmo e me apresenta algumas músicas internacionais que eu não conheço”, explica.

Tici também gosta de se envolver nas apresentações da filha. “Às vezes no rádio escutamos uma música e pensamos: ‘Olha, essa é legal para tocar na bateria na apresentação’! O Whisky a Gogo, do Roupa Nova que acabei cantando, e ela tocando bateria na apresentação, foi ideia minha, ela não conhecia a música, mas amou”, lembra.

  • Espalhe por aí:

Twitter

X
Enviar por e-mail
(todos os campos marcados com * são obrigatórios)
Preencha os campos corretamente.
Mensagem enviada com sucesso!
Access log
Access log