Antonia Fontenelle fala sobre herança de Marcos Paulo: "Estão querendo me pintar de vilã? Não vou permitir!"

Processo que define divisão do patrimônio entre atriz e filhas do diretor já dura cinco anos

  • TV e Entretenimento
  • Aurora Aguiar, do R7
Marcos Paulo e Antonia Fonenelle
Marcos Paulo e Antonia Fonenelle AgNews

Antonia Fontenelle, que há quase cinco anos vive uma briga judicial com as filhas de Marcos Paulo, pelos bens do diretor, desafabou sobre o caso em entrevista exclusiva ao R7.

É que no começo deste mês, as filhas do ex-marido da atriz — Vanessa, do relacionamento com Tina Serina; Mariana, do casamento com Renata Sorrah, e Giulia, da união com a atriz Flávia Alessandra —, entraram com um recurso para, novamente, retirar Antonia do rol das herdeiras. Aliás, está é a terceira vez que elas tentam destituir Fontenelle do processo. 

— Vejo tudo isso como uma grande covardia. Inclusive, é várias contra uma. Elas alegam que não fui mulher do Marcos Paulo. Estou há cinco anos apanhando. Eu tenho que apanhar calada? Estão querendo me pintar de vilã? Não vou permitir!

Desde do início do relacionamento, aos olhos de muitos, Antonia Fontenelle passou a ser vista como oportunista. Mas ela mesma diz que não liga para os que os outros falam, pois sabe exatamente da luta que passou ao lado do diretor quando descobriu que ele estava com câncer.

— Não vou ficar no lugar que não me é de direito. Não vou me deixar me colocarem no lugar que elas acham que é o meu. Eu sei qual é o meu lugar. E o meu lugar não é esse. E eu não vou mais ficar apanhando calada.

Um amigo próximo de Antonia acertou quando, carinhosamente, definiu Fontenelle como uma "locomotiva desgovernada". E ainda sobre a batalha judicial, a atriz desafabou.

— Existe três coisas: eu não lido com covardia. Segundo: Já estamos indo para o terceiro round e não estou nem um pouco cansada. Se tiver 15 rounds, estou de pé. E e a terceira e última coisa é: contra fatos, não há argumentos. Não adianta esbravejar. Eu era mulher dele, sim, e ponto. Ele me beneficiou, sim, e ponto. E eu vou correr atrás dos meus direitos, sim, e ponto. A história está chata? Está. Já está entrando para o quinto ano? Sim, mas não é culpa minha. Não fui eu quem comecei isso.

Marcos Paulo morreu no dia 11 de novembro de 2012, vítima de uma embolia pulmonar. Em agosto daquele ano, ele havia passado por uma cirurgia para remover um tumor no esfôfago, após o dignóstico da doença.

TRABALHO, FILHO E NETA

Enquanto a Justiça não define a divisão do patrimônio de Marcos Paulo, Antonia é toda atenção ao filho, Salvatore, que na terça-feira (21), completa 8 meses, e a neta, Charlotte, fruto do primogênito Samuel.

— Salvatore é um presente de Deus. Ficou doida para chegar em casa e dormir ao lado do meu boy. Ele é muito parceiro e bastante tranquilo também.

Antonia também está de volta com seu canal no YouTube, o Na Lata. O programa já está em sua sétima temporada. Caio Castro é um dos convidados mais recentes da apresentadora.

No teatro, Antonia está com o monólogo #Sincericídio,texto de Guilherme Macedo com parceria de Fontenelle, e direção de Jorge Farjalla. Ela conta que o espetáculo é uma crítica a uma série de coisas, principalmente à imprensa marron.

— A imprensa que inventa coisas das pessoas e passa ser uma verdade. Para quem não te conhece, vai te julgar sobre o que ela leu a seu respeito. Minha personagem, que é a Silvia Lobo, ela tem um programa de TV aberta, ela é anti-internet, mas tudo que ela faz é ler notícias sobre Antonia Fontenelle. Ela odeia a Antonia Fontenelle (risos). Ela zoa os casamentos da Antonia, ela fala mal do currículo profissional da Antonia, fala mal das emissoras que a Antonia passou, é bem engraçado. É uma comédia bem gostosa.

A peça vai rodar o Brasil, com apresentações já marcadas para Salvador, Joinville, Balneário Camboriú, entre outras cidades. 

Derreta-se com os primeiros dias de vida do pequeno Salvatore, filho de Fontenelle e Jonathan Costa