Buddy Valastro fala sobre dupla vencedora de Batalha dos Cozinheiros: "São muito parecidos comigo"

Confeiteiro falou que André e Adelino amam a família e são apaixonados por comigo

  • TV e Entretenimento
  • Juliana Moraes, do R7
Buddy falou sobre a final da Batalha dos Cozinheiros
Buddy falou sobre a final da Batalha dos Cozinheiros Eduardo Enomoto/R7

Buddy Valastro comandou a final da Batalha dos Cozinheiros, ao vivo, na noite desta terça-feira (27), na Record. Depois de anunciar a vitória da dupla André e Adelino na competição, o confeiteiro mais famoso do mundo conversou com o R7 sobre o reality e explicou os motivos que o levaram a escolher os gaúchos.

— Eles tinham muitos fatores positivos. Em primeiro lugar, a comida, é claro. Mas eles eram muito humildes e tinham muito orgulho de onde vieram. São muito parecidos comigo: são muito emotivos, amam a família e são apaixonados por comida. Realmente não poderia estar mais feliz por eles.

Feliz com o resultado da primeira temporada do reality show gastronômico voltado para amadores, Buddy tem vontade de repetir o sucesso do programa.

— A gente nunca sabe o que pode acontecer, mas espero que a gente consiga fazer uma segunda temporada. Com certeza vai ser muito divertido também.

A atração foi fundamental para o confeiteiro conhecer, de fato, a culinária brasileira. Antes do reality e de visitar o Brasil, Buddy não sabia nada sobre o assunto.

— Realmente aprendi sobre a culinária no Brasil. Para ser honesto, antes de vir para cá, não conhecia, pois não existem muitos restaurantes de comidas brasileiras nos Estados Unidos. Então, não sabia o que era a culinária brasileira. Aqui você tem comida espanhola, japonesa, latina, de pessoas do Oriente Médio. São diferentes sabores, do mundo todo... essa diversidade faz a comida brasileira tão única e tão deliciosa.

Buddy ainda revelou qual foi o prato que experimentou no país e conquistou seu paladar.

— Na Amazônia experimentamos umas comidas mais selvagens, mas o que mais gostei, sinceramente, foi a feijoada e as coxinhas. O pastel é incrível. As comidas de frutos do mar do Nordeste também são incríveis, os camarões são maravilhosos. Me surpreendi com os diferentes sabores do Brasil.

Como não poderia ser diferente, o confeiteiro se interessou tanto pela culinária do Brasil que aprendeu a fazê-las.

— Aprendi a cozinhar diferentes sabores com o programa e me diverti muito. Quando você coloca seu coração para criar comidas caseiras é muito legal, porque não é como uma competição profissional. Essas pessoas inspiram outras a cozinhar. Às vezes, quando viajo, vou aos restaurantes mais chiques ao redor do mundo, mas quero voltar para casa e comer alguma coisa que eu ou minha mulher cozinhamos. E essa é a alma do programa.

Sempre muito assediado quando vem ao país, Buddy ainda fica emocionado com a devoção e o carinho do público brasileiro. Por isso, ele faz questão de retribuir o carinho.

— Amo os fãs brasileiros, de verdade, nunca me canso deles. Eles são incríveis, muito emotivos, choram e gritam e isso significa que, de alguma forma, impacto a vida deles. Então, quero estar lá, quero que eles saibam que me importo com eles. Tiro fotos com todos os meus fãs, porque são meus fãs. Eles me apoiam em tudo o que faço, independente de quem sou. Então, para mim, é importante inspirar pessoas a cozinhar ou a fazer alguma coisa. Quero que eles sempre saibam que são importantes para mim.

Ao final da Batalha dos Cozinheiros, Fábio Porchat anunciou que o confeiteiro vai participar do Programa do Porchat nesta quarta-feira (28). Buddy brincou que vai cozinhar farofa no palco do humorista.

— Vou fazer farofa no programa do Porchat. Comi farofa de tudo quanto foi jeito, umas cem maneiras diferentes. E é impressionante. Em cada região do Brasil tem um tipo de farofa diferente.

Leia também:

Final da Batalha dos Cozinheiros gera memes, torcida e diversão nas redes sociais

Buddy Valastro fala sobre rotina em casa: "Eu e minha mulher competimos na cozinha"

Acesse o R7 Play e assista à programação da Record quando quiser

Relembre a trajetória da dupla vencedora: