Adoro Cinema Disney leva prejuízo de milhões após fracasso de 'X-Men: Fênix Negra'

Disney leva prejuízo de milhões após fracasso de 'X-Men: Fênix Negra'

Empresa anunciou, nesta terça-feira, dano de US$ 170 milhões de dólares por filme da franquia. Além disso, longa teve fraca recepção da imprensa

Disney leva prejuízo de milhões após fracasso de 'X-Men: Fênix Negra'

Elenco completo de 'X-Men: Fênix Negra'

Elenco completo de 'X-Men: Fênix Negra'

Reprodução/Instagram

A Disney anunciou, nesta terça-feira (6), que teve um prejuízo de US$ 170 milhões de dólares no terceiro quadrante do ano, em relação aos títulos lançados pela 20th Century Fox — entre eles, o mais custoso foi o mal-sucedido X-Men: Fênix Negra.

"A performance dos estúdios da Fox foi bem abaixo de onde estava e bem abaixo de onde esperávamos estar quando fizemos a aquisição", afirmou o CEO da Walt Disney Company, Bob Iger.

Vale lembrar que, de fato, a Fox não estava em seus melhores momentos entre a época que a fusão entre os dois grandes estúdios foi anunciada, em dezembro de 2017, e finalizada, em março de 2019.

Dirigido por Simon Kinberg e com orçamento estimado em US$ 200 milhões antes das campanhas de divulgação, o longa protagonizado por Sophie Turner e Jessica Chastain arrecadou cerca de US$ 250 milhões nas bilheterias globais, e ainda teve uma fraca recepção da crítica. No agregador Rotten Tomatoes, o filme tem apenas 23% de aprovação da imprensa. 

Disney já registra seu melhor ano em arrecadação nas bilheterias

Discutindo o déficit de US$ 170 milhões com investidores, Iger afirmou que seus vices, Alan Horn e Alan Bergman, estão trabalhando com a veterana Emma Watts — uma das poucas executivas da Fox que permaneceram na Disney, e que segue como VP da 20th Century Fox — para "consolidar e diminuir o número de lançamentos para focar no tipo de produção que se encaixa para o estúdio".

Segundo fontes ligadas ao The Hollywood Reporter, Watts deverá permanecer na Disney supervisionando títulos ligados a AvatarKingsmanPlaneta dos Macacos (o que sugere que é apenas uma questão de tempo para que um novo título da franquia dos símios seja anunciado), bem como as novas apostas, entre elas Ford vs. Ferrari e Free Guy, comédia de Ryan Reynolds.

"Provavelmente vai levar um ano ou dois antes de podermos ter um impacto — obviamente, leva mais tempo no lado do desenvolvimento — mas um impacto nos filmes que estão atualmente em produção", seguiu Iger. "Estamos confiantes de que vamos conseguir reverter a sorte dos live-actions da Fox e vocês verão estes resultados em alguns anos."

Iger também anunciou na reunião com os investidores que a companhia está trabalhando em novas versões de títulos como Esqueceram de Mim, Diário de um BananaUma Noite no MuseuDoze é Demais para o Disney+. O executivo não entrou em detalhes sobre o que exatamente pretende fazer com as histórias, mas fica subentendido que trata-se de "adaptações modernizadas", que serão lançadas direto no novo canal de streaming.