Adoro Cinema The Walking Dead S09E15: A Calmaria Anterior traz desconforto e choque

The Walking Dead S09E15: A Calmaria Anterior traz desconforto e choque

Nossa crítica do penúltimo episódio da temporada

Nossa crítica do penúltimo episódio da temporada

Atenção! Contém SPOILERS do episódio 15 da 9ª temporada de The Walking Dead. 

The Walking Dead está de volta à brutalidade no episódio mais chocante da série desde o primeiro episódio da sétima temporada — aquele das mortes de Glenn (Steven Yeun)  e Abraham (Michael Cudlitz).

Durante muitos anos, The Walking Dead fez um caminho repetitivo temporada após temporada. O ciclo era (quase) sempre o mesmo, ainda que os jogadores fossem diferentes: o grupo principal de sobreviventes encontra uma certa estabilidade, chega um novo grupo de vilões pronto para a matança e a desordem, seguiam-se conflitos éticos e pessoais a respeito de humanidade e violência para tudo culminar em um grande confronto de qualquer forma. Entra outro ano, repete.

No entanto, a temporada 9 tem encontrado boas alternativas para sair da rotina, mesmo que não disponha, na segunda metade, da figura impositiva de Rick Grimes (Andrew Lincoln). A ausência, neste caso, talvez seja o exato motivo por que é possível enxergar boas diferenças, uma vez que foi aberto o espaço para outros personagens merecidamente despontarem: Michonne (Danai Gurira), Daryl (Norman Reedus), Carol (Melissa McBride).

A apresentação dos Sussurradores foi tão silenciosa quanto e enganadora quanto o próprio grupo. Deixou no ar, em alguns momentos, a real lealdade de Lydia (Cassady McClincy), esperou até os momentos finais para dar um golpe fatal na estabilidade emocional dos fãs — e dos sobreviventes.

Adoro Cinema

Adoro Cinema

Adoro Cinema

“A Calmaria Anterior”, penúltimo episódio da temporada, começa com as quatro comunidades — Alexandria, Hilltop, Oceanside e Reino — reunidas na feira organizada por Ezekiel (Khary Payton) e Carol. Há ares de civilidade por todos os lados, amplificados pela presença da líder de Alexandria e pelo pacto de proteção mútua que ficou acordado. Ainda que saibam do perigo que dobra a esquina, e organizem-se para enfrentar a iminente réplica de Alfa (Samantha Morton) pela acolhida de sua filha pelo outro grupo, estas são comunidades preocupadas em viver, e não apenas sobreviver mais um dia. Passaram-se anos desde a última grande tragédia trazida por Negan (Jeffrey Dean Morgan), e mesmo com a morte de Jesus (Tom Payne) pelas mãos dos Sussurradores, a rotina cruel de vidas interrompidas deixou de ser o habitual. As pessoas não estão em uma correria para garantirem a segurança de todos porque, em tese, esta já estaria assegurada.

E é exatamente por isso que a forma como Alfa manda seu recado é chocante e fria.

Adoro Cinema

Adoro Cinema

Adoro Cinema

Antes mesmo de Siddiq (Avi Nash) revelas as estacas nos momentos finais do episódio, “A Calmaria Anterior” deixa, desde o início, os sinais de que as coisas não vão terminar bem, um sentimento que é apenas amplificado com o contraponto feito pela montagem, que contrapõe as cenas claras e estabilizadas do Reino com outras escuras, com cortes rápidos e planos fechados, do grupo de guerreiros na floresta. O golpe final de ver as cabeças em estacas — algo que remete imediatamente à cabeça empalhada de Ned Stark (Sean Bean) em Game of Thrones — é algo que, à sua própria maneira distorcida, despe aqueles personagens ainda mais de suas humanidades anteriores. É um choque que leva todos de volta aos níveis mais primitivos de sobrevivência a qualquer custo, reacendendo de imediato uma busca desenfreada por sangue e violência.

É claro, houve perdas de personagens significativos que estavam construindo seu legado na série — Henry (Matthew Lintz), Enid (Katelyn Nacon) e Tara (Alanna Masterson) sobretudo —, mas o real impacto é a forma drástica como as mortes rompem com a evolução do grupo como sociedade. Isso é algo que o próprio Siddiq tenta aplacar com seu discurso, mas ainda precisaremos esperar para ver como a perda de um segundo filho vai afetar o psicológico de Carol.

Adoro Cinema

Adoro Cinema

Adoro Cinema

The Walking Dead retorna no próximo domingo, para o final de temporada. Quais surpresas ainda estão a caminho?

Jackson Lee Davis/AMC