Pop Enfermeira diz que foi drogada e estuprada por Bill Cosby

Enfermeira diz que foi drogada e estuprada por Bill Cosby

Therese Serignese é a sétima mulher a se declarar uma vítima do ator

  • Pop | Do R7

Therese nos anos 70, em fotos cedidas ao Huffington Post

Therese nos anos 70, em fotos cedidas ao Huffington Post

Reprodução/ Huffington Post

A enfermeira Therese Serignese, de 57 anos, é a sétima mulher a vir a público acusar o ator Bill Cosby de abuso sexual. De acordo com o site Huffington Post, Therese esperou 38 anos para falar sobre o estupro porque achava que ninguém acreditaria nela.

Segundo o Huffington Post, Therese conheceu Bill Cosby em 1976, em uma joalheria. Ela estava fazendo compras com a irmã quando foi abordada pelo ator e convidada para o show dele.

Therese aceitou o convite e foi ao camarim encontrar com Cosby. Lá, recebeu dele dois comprimidos e um copo d'água. Depois de tomá-los, a enfermeira acordou no banheiro, sendo estuprada por Cosby.

Depois do abuso, Therese manteve contato com o ator por 20 anos. Eles chegaram a ter relações sexuais em 1985 e Cosby lhe deu R$ 12 mil após a enfermeira sofrer um grave acidente de carro.

Ela só teve coragem de procurar a polícia para denunciar o estupro após tomar conhecimento do processo aberto contra Cosby em 2005 por violência sexual.

Bill Cosby e seus representantes ainda não responderam publicamente as sete acusações.

Leia também

Janice Dickinson diz que foi estuprada por Bill Cosby

Bill Cosby sofre nova acusação de agressão sexual

Últimas