Pop Estrelado por Alexandre Nero, filme Albatroz aposta na neurociência como ponto central 

Estrelado por Alexandre Nero, filme Albatroz aposta na neurociência como ponto central 

Longa tem estreia prevista para 2018

Estrelado por Alexandre Nero, filme Albatroz aposta na neurociência como ponto central 

Alexandre Nero dá vida a um fotógrafo no filme

Alexandre Nero dá vida a um fotógrafo no filme

Aline Arruda/Divulgação

Com estreia prevista para 2018, o filme Albatroz continua com as filmagens, em São Paulo. O local escolhido para a gravação de segunda-feira (10), foi a Galeria Olido, no Centro da cidade. O longa conta com elenco de peso: Alexandre Nero, Andrea Beltrão, Maria Flor, Camila Morgado, Andréia Horta, Gustavo Machado, Roney Facchini, Bel Kowarick, Paula Picarelli e Martha Nowill.

O filme conta a história de Simão, um fotógrafo interpretado por Alexandre Nero, que tem a vida transformada depois de uma viagem a Jerusalém. Na ocasião, ele leva a amante e testemunha um atentado malsucedido e mal explicado. Com as fotos do atentado, ele se torna internacionalmente famoso, mas a repercussão é negativa. Simão é criticado por ter escolhido fotografar ao invés de ajudar as vítimas, e todos descobrem seu affair.

Ele então entra em depressão e se reencontra com um antigo amor, Alícia (Andrea Beltrão), que o apresenta para o mundo da neurociência, e ele começa a fotografar os próprios sonhos. Ele perde a noção do que é realidade e o que é ficção e é obrigado a enfrentar problemas do passado.

A sinopse parece complicada e faz o filme parecer uma história arriscada e incompreensível, mas promete ser muito mais que apenas uma viagem da neurociência. Com roteiro de Bráulio Mantovani, que trabalhou nos aclamados Cidade de Deus, Tropa de Elite e Tropa de Elite 2, o filme vai ser uma mistura de gêneros.

Em entrevista coletiva, o ator Roney Facchini aposta que a temática do filme não vai afastar o público dos cinemas. “O filme é complexo. Mas não é nada que vá afastar o espectador. É só você se interessar e raciocinar junto, para você pegar o filme para você, porque cada um vai sair com uma sensação”.

O personagem de Roney é o marido de Alícia. Ele é um obstetra famoso e bem-sucedido, rico e mais velho que ela, e acredita que o casamento dos dois é feliz, até que ela o deixa. “A Alícia o deixa por uma outra razão que não o Simão, mas ele fica achando que é, porque depois que ela vai embora de casa ele começa a sentir que é por causa do Simão”

Andrea é enfática ao dizer que Alícia não é uma boa pessoa, e que suas tramas acabam complicando a vida de todos os personagens. “Ela vai batendo com a cabeça na parede, se atrapalhando cada vez mais, se enrolando numa teia que ela mesma vai tecendo”.Ela também não acredita que a complexidade do filme e a diferença com o cinema nacional possa fazer o público desistir do filme.

O diretor, Daniel Augusto, e Bráulio Mantovani concordaram que o filme é arriscado. Para Daniel, o filme foge do padrão nacional, que é a comédia, mas acredita que por ser um tema diferente, vá chamar atenção. “O cinema brasileiro está produzindo muitos filmes por ano, a única maneira de você ter uma produção de qualidade é você ter uma produção em quantidade. Isso faz com que surjam filmes que fogem tendência do cinema brasileiro, que é comédia, mas também filmes diferentes. O que pode cativar é justamente essa diferença. De modo geral, é um público inteligente, e ele está sempre querendo ver coisas diferentes”.

Para Bráulio, o filme também aposta em ser livre para interpretações, e não se fechar em uma resposta. “Ele é um filme que não tem medo de beirar o incompreensível. Ele é muito verdadeiro, todo mundo que leu o roteiro ficou muito preso na leitura, mas tem dificuldade em entender o que aconteceu de fato. É um filme que não tem essa preocupação. A gente não quer explicar o filme, não quer fechar uma explicação”.

Albatroz é o nome da cidade fictícia no filme, mas Daniel e Bráulio tem mais explicações para o nome do filme. “É uma palavra que vai de A a Z, contém a palavra atroz dentro e o albatroz é uma ave muito tematizada na literatura, ele é a maior ave marítima que tem”.

    Access log