Música Asa de Águia faz pausa e Durval Lelys cantará solo

Asa de Águia faz pausa e Durval Lelys cantará solo

Cantor esclarece boatos e diz que grupo vai parar por tempo indeterminado para reestruturação

       

Mais um vocalista do axé anunciou a saída de um grupo de sucesso. Depois de Bell Marques deixar o vocal do Chiclete com Banana, agora foi a vez de Durval Lelys sair em carreira solo, deixando a liderança do Asa de Águia.

Em um vídeo, Durval anuncia que a banda Asa de Águia, um dos principais nomes do axé, vai fazer uma pausa por tempo indeterminado para uma reestruturação e que ele seguirá sozinho durante esse período.

Durval conta que já estava pensando nessa reformulação e que usou as férias para definir os detalhes. O cantor não dá detalhes sobre o motivo dessa reestruturação, mas explica que preferiu vir a público esclarecer a pausa do Asa para não surgirem boatos sobre o fim do grupo. Durval não deixa claro que se volta ao grupo depois desse tempo.

Abaixo, leia o que Durval Lelys explica no vídeo.

Galera do Asa, nos últimos dias muito tem se falado sobre o fim do Asa de Águia e os caminhos que eu tomaria daqui para a frente na minha carreira artística.

Então, resolvi vir a vocês, que sempre se dedicaram a mim todo amor e carinho ao longo desses 27 anos, para esclarecer da forma mais transparente e sincera. Em outubro do ano passado tomei uma decisão pessoal e muito importante para a minha felicidade: a de me afastar de todas as estruturas empresariais às quais pertenço e que ajudei a criar nesses quase 30 anos. E meu único objetivo com isso é passar a me dedicar com exclusividade a criar, tocar e cantar, as coisas que mais gosto de fazer nessa vida.

Como não poderia deixar de ser, começamos uma reestruturação responsável de todas as empresas envolvidas visando o meu afastamento e principalmente procurando manter o bem-estar e todas as pessoas que fazem parte desse processo. Pessoas que eu amo e que estão comigo nessa aventura chamada Asa de Águia e não posso e não vou ser irresponsável com aqueles que ajudaram a construir esse sonho. E para cumprir lealmente todos os compromissos, terei de passar pelas etapas burocráticas necessárias e isso leva um pouco de tempo.

Esses motivos vinham provocando algumas indefinições e dúvida a todos sobre o futuro do Asas. Mas, depois de férias merecidas, pude clarear as ideias e cheguei a seguintes decisões e que compartilho com vocês agora.

Primeiro, o Asa vai parar por tempo indeterminado para que toda essa reestruturação possa acontecer da forma mais tranquila possível. Vamos preservar uma marca, uma banda e uma história feita com muito amor e alegria.

Segundo, enquanto o Asa estiver parado, seguirei como Durval Lelys, porque quero tocar, cantar e me divertir com vocês que são inspiração, a razão e a essência da minha vida. Continuaremos juntos com amor.