Música Mãe de Ludmilla rebate Val Marchiori: ‘Você não tem limites’

Mãe de Ludmilla rebate Val Marchiori: ‘Você não tem limites’

Silvana pediu que a socialite esquecesse a família dela. ‘Você é uma mulher rica. Poderia ajudar milhares de pessoas com seu dinheiro’

Mãe de Ludmilla se revolta com Val Marchiori

Ludmilla está internada após sentir dores na coluna

Ludmilla está internada após sentir dores na coluna

Reprodução/Instagram

A mãe da cantora Ludmilla rebateu os comentários feito por Val Machiori em um programa de TV.

A empresária insinuou que a cantora teria inventado que está com problemas na coluna para não cumprir a agenda de shows.

“Vindo da Ludmilla a gente pode esperar qualquer coisa. Acho que deve ter sido isso mesmo, né? Ela marca show e não vai. Espero que ela fique bem”, disse a socialite.

Silvana Oliveira, mãe de Ludmilla, pediu em um vídeo postado nas redes sociais para que Val “esquecesse a família dela”.

"Todo mundo sabe do problema que a minha filha está passando. Estou com ela na cama, vendo ela chorar de dor e vendo o sofrimento dela. Eis que me deparo com o comentário de um ser humano, que nem sei se essa pessoa merece ser chamada de ser humano. Dona Val Marchiori, até onde vai essa sua coragem? Você não tem limites para nada. Uma hora você chama minha filha de cabelo de bombril e outra que ela está inventando uma doença para não cumprir os shows. Pois bem, dona Val. Minha filha está sofrendo muito porque ela tem fãs. Isso você não sabe o que é. Não vou desejar o mal para você, mas pedir para você misericórdia. Você é uma mulher milionária e poderia ajudar milhares de pessoas com seu dinheiro em vez de fazer isso. Dona Val, esquece a minha família. Esquece que a gente existe. Tira esse ódio do seu coração. Quero saber até quando as autoridades não vão te achar para entregar o papelzinho na sua mão para responder por tudo o que você fala. Alguém tem que te parar. Eu acredito na lei de Deus e do homem também", disse Silvana.

Ludmilla está internada para tratar dores na coluna que a impossibilitaram de cumprir compromissos profissionais no final de semana.