Música Projota abre intimidade e fala de amor em clipe inspirado na noiva

Projota abre intimidade e fala de amor em clipe inspirado na noiva

Rapper paulistano apresenta, nesta sexta-feira (26), "A Voz e o Violão", canção idealizada no período em que esteve separado da atriz Tâmara Contro

Projota abre a intimidade e fala de amor em clipe inspirado na noiva

Projota apresenta 'A Voz e o Violão' após lançar duas músicas politizadas

Projota apresenta 'A Voz e o Violão' após lançar duas músicas politizadas

Pedro Dimitrow

Enquanto o país vive um momento de conflito político, Projota prefere falar de amor. O rapper paulistano apresenta, nesta sexta-feira (26), A Voz e o Violão — canção dedicada à noiva, a atriz Tâmara Contro. A música, que começou a ser composta durante um período de separação do casal, também ganhou um videoclipe.

Após uma sequência de dois trabalhos com críticas sociais e políticas, Sr. Presidente e Mayday, o cantor volta a explorar o romantismo e a reafirmar a sua marca na música. O rapper de 32 anos defende o uso da temática no processo artístico de criação.

— Eu acho que amor é importante em qualquer momento. Amor sempre é importante. Esse processo é muito parecido com o que eu já venho fazendo. Quando eu vou lançar um álbum, eu vou lançando as músicas antes. Eu acabei ficando mais conhecido pelas músicas românticas, mas nunca deixei de fazer as músicas politizadas. Nesse momento, a inspiração fluiu fácil. Eu acho importante a gente nunca deixar o amor de lado.

A Voz e o Violão

Casal reatou relacionamento em julho de 2018

Casal reatou relacionamento em julho de 2018

Reprodução/Instagram

A Voz e o Violão é assumidamente dedicada ao relacionamento do cantor com a atriz Tâmara Contro. Projota explica que a composição da música começou durante um período em que o casal esteve separado — em julho de 2017 os dois chegaram a terminar um noivado.

— Essa música, além de inspirada, ela é dedicada. Tem tudo a ver com o meu relacionamento. Era quase como um pedido para voltar, quando eu ainda não estava preparado psicologicamente para isso. Aí, quando voltamos, eu terminei a música. É uma música muito visceral. Muito nossa. Tem coisas muito pessoais.

O videoclipe, gravado em Peruíbe, no litoral de São Paulo, foi idealizado inicialmente pelo fotógrafo Pedro Dimitrow. A produção, que conta com a direção de Mariana Zdravca, foi gravado na praia e explora a relação do casal — vivido pelos atores Manuela Tavares e Sidney Santiago Kuanza.  

— Na maioria dos meus clipes a ideia vem de mim. Eu penso no clipe e em seguida em quem vai fazer. Nesse caso, foi ao contrário. Eu até tinha uma ideia, mas o Pedro Dimitrov, que é um fotógrafo que fez os meus últimos ensaios e ficamos muito amigos, veio e apresentou outra ideia. E foi melhor que a minha. Aí a gente pirou.

Novas plataformas

Rapper defende que as plataformas contribuíram para o combate à pirataria

Rapper defende que as plataformas contribuíram para o combate à pirataria

Reprodução/Instagram

Com a ascensão das plataformas de streming no Brasil, a internet passou a fazer parte do planejamento de todos os envolvidos no processo de produção artística. Projota defende que essa nova relação entre produtor, distribuidor e consumidor de música ficou mais justa. Além disso, ele diz que esse novo comportamento dos ouvintes contribuiu para o combate à pirataria.

— A criação das plataformas digitais foi fundamental. Você lançava um CD e tinha que lidar com a pirataria ou baixava na internet de forma gratuita. Agora, com as plataformas, você consegue com o mesmo que preço de um CD pagar a assinatura de uma plataforma de streaming. Então, a pessoa tem acesso a um milhão de músicas. Foi bom para todo mundo. Foi bom para nós, músicos, que voltamos a receber pela vendagem, não tanto como no CD, nunca vai a gente vai ter aquilo. O público consegue receber um áudio com qualidade correta. Além de ter empregado muita gente. 

Assista ao clipe de A Voz e o Violão

*Estagiário do R7, sob supervisão de Thiago Calil

    Access log