Música Rapper Tekashi69 é investigado após tiroteio contra cantor Chief Keef

Rapper Tekashi69 é investigado após tiroteio contra cantor Chief Keef

Artista polêmico se defende e afirma que estava em Los Angeles no momento do incidente em frente de um hotel em Nova York

Rapper Tekashi69 é investigado após tiroteio contra Chief Keef

O rapper Tekashi69 curte ostentar carrões, dinheiro e armas

O rapper Tekashi69 curte ostentar carrões, dinheiro e armas

Reprodução/Instagram

A polícia americana está investigando um caso de tentativa de homicídio que pode estar ligado ao rapper polêmico Tekashi69.

Na madrugada de sábado (16), o cantor Chief Keef foi alvo de tiros em frente a um Hotel, em Manhattan, em Nova York. Apesar do susto, o cantor não foi ferido. Agora, os investigadores querem descobrir se o polêmico Tekashi69 tem alguma ligação com o incidente em sua cidade natal.

Segundo o TMZ, a polícia diz que Tekashi69 pode estar associado a dois suspeitos flagrados por câmeras de vigilância. Nas imagens, dois homens seguem Keef pelas ruas de Nova York, horas antes de alguém abrir fogo contra ele do lado de fora do W Hotel. Porém, ainda não existe a certeza de que os homens gravados pelas câmeras foram os atiradores que fugiram em uma Van.
      
Do outro lado, a publicação ainda informa que Tekashi diz que estava longe do local, em Los Angeles, no momento do tiroteio.

Morte no rap

O rapper americano XXXTentacion, que rapidamente alcançou a fama com dois álbuns de sucesso, foi assassinado à queima-roupa aos 20 anos, em plena luz do dia, na Flórida (EUA).

Na tarde de segunda-feira, XXXTentacion, nascido Jahseh Onfroy, saía de uma concessionária de motos quando dois homens armados se aproximaram do carro dele. Pelo menos um deles atirou no rapper.

O crime ocorreu em plena luz do dia numa das ruas de Deerfield Beach, a 69 quilômetros de Miami.

O chefe da polícia do condado de Broward disse que, depois do ataque, os dois suspeitos fugiram numa SUV de cor escura. Os investigadores acreditam que o rapper pode ter sido vítima de latrocínio (roubo seguido de morte). Um vídeo postado nas redes sociais mostra aparentemente o corpo de Onfroy dentro do seu carro.

A polícia diz que Onfroy foi levado a um hospital, onde morreu.

Ele era descrito como um artista polêmico e enfrentava acusações de violência doméstica.

XXXTentacion primeiro atraiu atenção e público ao divulgar suas próprias músicas no site SoundCloud. Ganhou fama e elogios pelo talento inovador. Com sua morte, astros do hip-hop fizeram homenagens a Onfroy.

Autor de sucessos nos EUA como SAD! e Moonlight, XXXTentacion ganhou destaque após o lançamento de seu primeiro álbum, 17, em agosto passado.

O segundo álbum, batizado de ?, entrou direto no topo no topo da parada Billboard americana em março e já foi ouvido milhares de vezes online.

Suas músicas abordavam temas como depressão e ele foi elogiado por estrelas do rap.

Mas a curta carreira de XXXTentacion foi manchada por alegações de violência doméstica.

Ele enfrentava 15 acusações criminais no momento de sua morte — incluindo uma de agressão contra uma mulher grávida.

    Access log