Tenho Mais Discos Que Amigos Gabriela Brown nos leva ao céu ao som de pop, MPB e soul em disco de estreia “Zeugma”; ouça

Gabriela Brown nos leva ao céu ao som de pop, MPB e soul em disco de estreia “Zeugma”; ouça

Cantora capixaba canta português, inglês e francês, mesclando diversas referências

Cantora capixaba canta português, inglês e francês, mesclando diversas referências

Zeugma é uma palavra que vem do grego 'zeygma' e significa algo como 'conexão' ou 'ligação'. Também se trata de uma figura de linguagem, que implica a omissão de termos antes citados. Por exemplo, ao dizer 'Você adorou esse disco e eu também', você está ocultando o verbo 'adorei'. Dada a aula de Língua Portuguesa, podemos dizer que Zeugma também é o nome do álbum de estreia da capixaba Gabriela Brown. A cantora, que anda conquistando visibilidade local, juntou em álbum músicas inspiradas pelo jazz, pelo soul, pelo R&B e pelo pop (olha a figura de linguagem de novo!).  

Exaltação às mulheres, liberdade, afetos e desafetos
Capa de "Zeugma" (Gabriela Brown)

Capa de "Zeugma" (Gabriela Brown)

Tenho Mais Discos Que Amigos
Com produção de Rodolfo Simor (indicado ao Grammy Latino graças ao trabalho de produção feito em Silva Canta Marisa), o álbum foi lançado em Agosto, mês da visibilidade lésbica. O tema é abordado em letras que versam sobre liberdade, exílio, exaltação às mulheres, afetos e desafetos. Tudo isso de uma forma leve, desenhada por belos arranjos, melodias dançantes e pela serena voz de Gabriela. A rebuscada musicalidade da cantora se reflete em diversas referências espalhadas pelo álbum. 'Incêndio', por exemplo, conta com o verso 'Todo dia ela faz tudo sempre igual', eternizado por Chico Buarque na canção 'Cotidiano'. Enquanto isso, 'Megalomania', um dos dois interlúdios do álbum, é claramente inspirado em 'In the Hall of the Mountain King', de Edvard Grieg (ou, como alguns fãs notaram, em 'Mulher Kama Sutra', de MC Livinho).
Um pouco de cada gênero e idioma As canções passeiam pelos gêneros citados de maneira orgânica. Vai desde a já divulgada MPB de 'Bonito É o Quê' até os beats pop de 'Lira', o claro jazz de 'Volta' e a soul envolvente de 'Garota, Tô no Céu'. Mas ele não fica restrito à língua portuguesa. Zeugma também apresenta canções em inglês ('Look Who I Found') e em francês ('Bon Voyage', e vale citar que Gabriela nasceu na França). A cantora arrisca também no espanhol, em alguns trechos de 'Abelha Rainha', canção com influências estéticas do tecnobrega. Gabriela estreia o seu disco esta terça (13/08), no teatro SESI de Jardim da Penha, em Vitória. Os ingressos podem ser comprados na hora e em dinheiro, com preços entre 10 e 20 reais. Confira abaixo o disco na íntegra. O que achou? Deixe sua opinião nos comentários! https://open.spotify.com/album/5vZy4XkpQiEsMKjoq0ogGN?si=66N7duoVQCa1lAdKut4a1Q