Música "Trilha de Jezabel é moderna", diz compositor Daniel Figueiredo

"Trilha de Jezabel é moderna", diz compositor Daniel Figueiredo

Produtor de diversos sucessos da TV é o responsável pela música da nova macrossérie da Record TV, que estreia em 23 de abril

"Trilha sonora de Jezabel é moderna", diz compositor

Daniel Figueiredo cercado das "ferramentas" de trabalho

Daniel Figueiredo cercado das "ferramentas" de trabalho

Divulgação

Daniel Figueiredo é o responsável pela trilha sonora de Jezabel, a nova macrossérie da Record TV, que estreia no dia 23 de abril. 

Acostumado a compor músicas para sucessos como José do Egito e o fenômeno Os Dez Mandamentos, Daniel promete surpreender os telespetadores em Jezabel.

— Fiz algo que remetesse àquela região (Marrocos), porém, com uma composição o mais moderna possível, beirando o pop. Utilizei até elementos de hip-hop e dubstep, misturados com o clima étnico e épico. Será, com certeza, o produto bíblico com a sonoridade mais moderna feita até agora.

'Jezabel' ganhou trilha moderna

'Jezabel' ganhou trilha moderna

Edu Moraes/Record TV

O trabalho foi tão desafiador que Daniel não sabe ao certo como descrever a nova criação.

— A trilha que pode ser considerada "electro-étnica-épica", mas, como todas as outras artes, música é sempre difícil de descrever, principalmente, quando o rótulo ainda nem existe. Como toda novela, também teremos separadamente alguns desses estilos citados.

Jezabel: figurino explora diferença entre luxo e simplicidade

Daniel, que também já trabalhou com grandes nomes da música, afirma que curte criar algo fora do comum.

— Não gosto de me inspirar em outros trabalhos. Sempre que me permitem, eu tento compor algo que ainda não foi feito. E, nesse sentido, acredito que Jezabel tenha um estilo musical inédito.

Como profissional e espectador, o produtor destaca a importância das trilhas para as mais diversas obras visuais.

— Me sinto suspeito para falar, então vou citar um depoimento do grande diretor Alexandre Avancini: "Às vezes, a música é responsável por 50% do sucesso de uma cena".

Para saber mais sobre a carreira de Daniel Figueiredo e a trilha de Jezabel, o R7 conversou com o produtor e compositor. 

R7 — Você é o profissional mais requisitado para trilhas de novelas da Record TV. Quando começou sua história com a emissora?
Daniel Figueiredo —
Entrei na Record TV para fazer minha primeira novela em 2005 (Prova de Amor), a convite do saudoso diretor musical Marcio Antonucci. E, além de novelas, também componho algumas aberturas e "trilha de fundo" para toda a grade de programação. Essa parceria cresceu e se solidificou há uns três anos com a empresa que tenho com meus sócios, Julio Cesar e Luiz Helenio, a Music Solution.

Leo Cidade fará estreia na televisão em Jezabel

R7 — E quantas trilhas você já fez para a Record TV?
Daniel Figueiredo —
Foram três séries e 13 novelas. A maioria delas com a direção do mestre Alexandre Avancini, que também é o diretor de Jezabel.

Daniel Figueiredo se prepara para compor mais uma trilha de sucesso

Daniel Figueiredo se prepara para compor mais uma trilha de sucesso

Divulgação/RicardoFujii

R7 — Além da Record TV, quais foram os trabalhos que mais marcaram sua carreira?
Daniel Figueiredo —
Foram muitos, mas posso destacar os temas das cidades que fiz para a FIFA na Copa de 2014 e o disco Duetos da Jane Duboc que produzi e tem a participação de vários dos meus grandes ídolos. Também tem a trilha para o filme americano The Heartbreaker e, mais recentemente, estou muito orgulhoso dos discos que estão sendo lançados com artistas interpretando meus temas.

"Acredito que Jezabel tenha um estilo musical inédito"
Daniel Figueiredo

R7 — Qual é a principal qualidade de uma trilha sonora?
Daniel Figueiredo —
Para mim, a trilha perfeita é aquela que agrada o "dono" do projeto, a equipe (diretor, autor) e, principalmente, o público.

R7 — Como você poderia destacar as funções da trilhas sonora?
Daniel Figueiredo —
Tudo em uma produção audiovisual são elementos para ajudar a contar uma história. A música é um forte elemento, pois é uma ótima ferramenta para dar mais camadas ao enredo. Por exemplo, mesmo se a pessoa assistir pela primeira vez qualquer capítulo de uma novela, a trilha pode mostrar vários detalhes sobre isso. Se o som indica suspense, o telespectador vai saber que tal personagem é uma vilã. E creio que a música também funciona muito como um amplificador de emoções. O diretor pode colocar algo suave para aliviar uma cena pesada ou ao contrário. A trilha pode fazer a pessoa se emocionar até durante um close em um abajur. (risos)

Daniel fez 13 novelas da Record TV

Daniel fez 13 novelas da Record TV

Divulgação/Ricardo Fujii

R7 — Qual é o seu instrumento preferido para compor uma trilha sonora?
Daniel Figueiredo —
Comecei como guitarrista, então me dediquei muitos anos a isso. Depois, aprendi teclado para poder "render" mais no estúdio. E, hoje em dia, como disse Hans Zimmer: "A gente acaba tocando mais computador do que qualquer outro instrumento". Mas, uma mudança na minha vida que eu gosto de comentar, foi quando eu comprei um piano. Eu sempre experimentei muitos instrumentos diferentes, mas o piano realmente agilizou o meu jeito de compor. Ele é um dos instrumentos mais sonoros, assim como a guitarra.

R7 — E, no seu caso, como a composição combina com cada personagem?
Daniel Figueiredo —
Eu crio várias sugestões e o responsável em questão (diretor, autor, direção) define qual tema será para tal personagem. As cenas mais importantes podem ter uma trilha pré-definida. E, às vezes, podemos ter música exclusivamente para as outras cenas que o diretor vai definindo no percurso, com a ajuda das sugestões do sonoplasta.

R7 — Qual é a sensação de ouvir sua trilha em uma novela de sucesso?
Daniel Figueiredo —
Sou daqueles que sempre acha que poderia ter feito melhor, por isso, evito assistir ou ouvir coisas que fiz. Me emociono mais com o sucesso do produto e com os depoimentos de quem gostou muito do trabalho. Uma sensação maravilhosa é ter contato com fãs, principalmente, em outros Países. Eles se emocionam quando descobrem que sou o compositor das músicas das suas novelas preferidas.

Produtor e compositor, Daniel Figueiredo posa no estúdio

Produtor e compositor, Daniel Figueiredo posa no estúdio

Divulgação/Ricardo Fujii

R7 — Você também é conhecido como grande guitarrista. Além de Jezabel, você pretende investir mais na carreira solo?
Daniel Figueiredo — Já lancei dois singles do meu primeiro disco, Guitar Heroes
, que terá a participação de guitarristas mundialmente renomados. É um CD "temático" em homenagem a guitarra e a esses músicos que admiro. O trabalho está todo gravado, inclusive as participações, mas falta tempo para finalizá-lo. Com uma novela atrás da outra, eu não tenho nem previsão de quando conseguirei terminar todas as faixas.

R7 — E por que você não lançou um CD solo antes?
Daniel Figueiredo —
Apesar de ter estúdio há mais de 20 anos, eu nunca tive interesse em lançar um disco antes, porque achava que a música que me "representaria" como artista seria eclética e experimental demais. Porém, é justamente isso que me faz sentir tão bem e completo fazendo trilhas. Então, eu brinco dizendo que nasci para fazer trilhas sonoras, só demorei um pouco a descobrir isso.