Pop Roger Moreira deixa claro no Twitter que é favor do direito de Levy Fidelix se expressar

Roger Moreira deixa claro no Twitter que é favor do direito de Levy Fidelix se expressar

"Chega de concordar com tudo", diz o músico, que é contra o politicamente correto

  • Pop | Do R7

Roger apoia direito de discordar

Roger apoia direito de discordar

Reprodução/ Twitter

Levy Fidelix gerou polêmica com declarações consideradas homofóbicas no debate da Record na madrugada desta segunda (29). Entre as frases usadas pelo candidato à Presidência pelo PRTB, estavam "o aparelho excretor não reproduz" e "não podemos deixar que esses que estão aí [os gays] nos achacando no dia a dia".

Roger Moreira, vocalista do Ultraje a Rigor, não se esquivou da polêmica e, no Twitter, deixou clara sua posição. Ele é a favor do direito do Levy Fidelix falar o que quiser, concordando-se ou não.

"Exato. Chega de concordar com tudo RT @menesescassiano: @lobaoeletrico @DaniloGentili @roxmo concordando ou não, mas que coragem do Fidelix!", escreveu Roger, em cima do tuíte do internauta Cassiano Meneses.

Roger ainda disse que a onda de revolta contra Fidelix era resultado da "ditadura do politicamente correto".

"A ditadura do politicamente correto. A escola de Frankfurt conseguiu: criou uma geração de vaquinhas de presépio", disse ele, citando o movimento de filósofos alemães ligados ao marxismo da década de 20.

Mais tarde, Roger ainda reiterou seu pensamento com o tuíte: "Antes 10 deles do que 10 hipócritas que pensam como ele mas publicamente pagam de cool".

Últimas