Pop Youtuber Laura Lee se desculpa por posts racistas e gordofóbicos

Youtuber Laura Lee se desculpa por posts racistas e gordofóbicos

Maquiadora com milhões de fãs no YouTube viu publicações preconceituosas de 2012 virem à tona após descoberta de seguidor nas redes

Youtuber Laura Lee se desculpa por posts antigos e preconceituosos

Laura Lee criticou negros e gordos nos seus tuítes

Laura Lee criticou negros e gordos nos seus tuítes

Divulgação

Com 2,4 milhões de seguidores no YouTube, a digital influencer Laura Lee está sendo acusada de preconceito racial e gordofobia após descobrirem publicações antigas dela nas redes sociais.

Em um post, de julho de 2012, a americana hoje com 29 anos escreveu: "Dica a todas as pessoas negras: se você levantar suas calças, você consegue fugir da polícia mais rápido #denada".

Sobre gordos, ela teve como alvo da ofensa Rob Kardashian. "Rob Kardashian é gordo. Um cara magrelo com tanquinho é como uma garota gorda com tetas. Não conta. Cuidado, garotas, caras gordos só querem transar com vocês".

Depois que os posts vieram à tona seis anos depois, ela usou o perfil para se desculpa e dizer que mudou na noite da última segunda (13) e anunciou que até mesmo cancelou a conta no Twitter.

Cocielo é acusado de racismo após piada com jogador francês

"Quero pedir minhas profundas desculpas pelos meus comentários de seis anos atrás que recentemente vieram à tona. Os tuítes e retuítes insensíveis são injustificáveis e peço desculpas do fundo do coração às pessoas que foram afetadas por eles. Desativei minha conta do Twitter ontem à noite porque eu estava com raiva de mim mesma por conta de meus posts ignorantes lá em 2012. A garota que tuitou aquilo não era quem eu sou hoje. Agora entendo a seriedade por trás daqueles posts. Como uma garota de uma pequena cidade do Alabama, queria ter tido, seis anos atrás, a educação cultural que tenho agora. Aqueles posts não são nada engraçados para mim hoje em dia e quero que vocês saibam que me sinto muito grata por esta comunidade [da internet]. As mídias sociais me ensinaram tanto sobre injustiça, bullying e desigualdade que as pessoas encaram diariamente. Estou em uma posição mais esclarecida agora, mas há sempre espaço para aprender e crescer." 

Alguns dos tuítes de Laura que foram resgatados

Alguns dos tuítes de Laura que foram resgatados

Reprodução Twitter

Ela abordou gordofobia e disse que o comportamento do passado a conscientizou. "Sou muito agradecida pelos meus seguidores, esta comunidade e ao meu marido, que continuam a me ajudar nesta jornada. Pensando em todos, quero ter certeza que não estou apenas me desculpando pelas minhas palavras, mas agindo com determinação. Quero ter certeza que uma ignorância como esta seja deixada no passado, não só para mim, mas para todos. Sendo assim, focarei em me envolver com entidades que buscar educar sobre a importância da igualdade e da justiça social".

Laura termina o post se desculpa por ter sido racista. "Essas 'piadas' estão ligadas a tantas realidades que muitas pessoas enfrentam e quero atuar para mudar isso. Tenho algumas [instituições] em mente, mas se puderem me recomendar, sou toda ouvidos e gostaria de saber quais vocês amam e apoiam. Pessoalmente, continuarei a trabalhar com relação a mim mesma. Não sou perfeita, mas sei que sou melhor que isso. Estou me apoiando em mim e nas incontáveis ações para usar isso como um aprendizado. Sinceramente peço desculpas a todos e espero que, com o tempo, seja digna de merecer novamente o respeito de vocês."

    Access log