Apuração HQ Canal do Youtube faz sucesso e vira uma editora de quadrinhos

Canal do Youtube faz sucesso e vira uma editora de quadrinhos

Seguidores viram clientes e comemoram a cada lançamento da Editora Pipoca & Nanquim. A meta este ano é lançar 12 quadrinhos

Alexandre Callari, Daniel Lopes e Bruno Zago formam o Pipoca & Nanquim

Alexandre Callari, Daniel Lopes e Bruno Zago formam o Pipoca & Nanquim

desenho @imaginautas - arte final @evejoart - instagram

Os três integrantes do Pipoca e Nanquim começaram a gravar vídeos sobre cultura pop, em 2009. O sucesso não foi imediato, levou tempo, foi trabalhado e aprimorado. Quando chegaram ao Youtube, o público cresceu e começou a participar mais. 
O sucesso no Youtube se tornou profissão quando Bruno Zago, Daniel Lopes e Alexandre Callari se tornaram editores de quadrinhos. Os vídeos mostravam que eles entendiam e muito do assunto. Foram trabalhar na Mythos, uma Editora que também presta serviços para a Panini, a responsável por publicar os quadrinhos da Marvel e DC, no Brasil. E ainda os mangás, como Dragon Ball e One Puch Man, por exemplo.

Beasts of Burden um dos quadrinhos mais vendidos do Pipoca & Nanquim

Beasts of Burden um dos quadrinhos mais vendidos do Pipoca & Nanquim

divulgação


Em 2017, fundaram a Editora Pipoca & Nanquim. Recentemente a Editora ganhou uma sede própria, os três deixaram os antigos empregos para se dedicar exclusivamente a produzir vídeos, editar e publicar quadrinhos.

Em uma conversa, durante um evento de quadrinhos, Bruno Zago revelou a diferença entre ser funcionário e agora dono da própria empresa.

"Muda que na outra empresa eu não tomava decisão nenhuma, só fazia o que me pediam. Eu colocava a mão na massa, mas não decidia nada. Agora com a nossa empresa a gente que toma as decisões, a gente decide qual imagem de capa, onde vai ser impresso, quanto vai custar", explica.

Moby Dick de Chabouté

Moby Dick de Chabouté

divulgação


Os vídeos no canal do Youtube são divertidos e informativos. Agora, quando lançam quadrinhos prezam pelo acabamento das obras e escolhem a dedo cada lançamento.
"Para o nosso caso que é um quadrinho de nicho o acabamento faz toda a diferença" Explica, Zago.
Allan Moore, Chabouté, Jill Thompson, Wallace Wood e Esteban Maroto tiveram seus quadrinhos publicados pela Editora. Segundo Bruno Zago, chegar até os autores é complicado. "A parte de negociação é demorada, tem negociação nossa que demora mais de um ano. Agora, estamos negociando um quadrinho há um ano, mas acho que vai rolar".

No ano passado, a Editora lançou um livro e cinco quadrinhos. Em 2018, já foram dois quadrinhos e um mangá. A meta é lançar doze quadrinhos este ano. Todos são lançados com exclusividade na Amazon, que é a principal cliente do Pipoca & Nanquim. Mas ainda é possível comprar os quadrinhos em outras lojas como a Comix, na Alameda Jaú, em São Paulo.

O próximo lançamento já foi anunciado: Um Pedaço de Madeira e Aço de Chabouté, que conta a história de um banco de praça. Chabouté, o mesmo de Moby Dick, é um mestre da narrativa gráfica e nesse novo quadrinho dá uma aula de como contar histórias sem usar palavras, apenas imagens.

Pequeno Assassinato - Alan Moore e Oscar Zárate

Pequeno Assassinato - Alan Moore e Oscar Zárate

divulgação


Segundo Bruno Zago, os próximos lançamento já foram escolhidos, inclusive Cinco por Infinito de Esteban Maroto.
"O Esteban é o dono dos direitos autorais e ele acompanha tudo de perto. Ele que mandou os arquivos e ainda enviou um exemplar físico autografado". Diz Zago.
Que virá em breve e com presente para os fãs.
"Nós estamos preparando uma surpresa das boas. Essa surpresa exige tempo de produção e tempo de espera. Tivemos uma boa ideia para este quadrinho. E essa surpresa tem a participação do Esteban Maroto", Revelou Bruno Zago.


Como funciona o processo de edição de um quadrinho


O caminho para o quadrinho chegar até as lojas é longo e trabalhoso. Daniel Lopes, Bruno Zago e Alexandre Callari participam ativamente de todos os processos. Daniel revela que a tradução e a preparação de textos são as etapas mais demoradas e podem levar de três a quatro meses.

O primeiro mangá da Editora Pipoca & Nanquim

O primeiro mangá da Editora Pipoca & Nanquim

Guadiões do Louvre - Jiro Taniguchi


Daniel Lopes explica a rotina. "Depois do contrato assinado, chegam os arquivos e já começamos a ir atrás de tradutor. Nós publicamos quadrinhos em inglês, espanhol e francês e temos uma cartela de tradutores disponíveis. Feita a tradução volta para os editores, que somos nós e fazemos a preparação de texto. Deixamos ele com nosso padrão editorial".
Até os balões onde os textos se encaixam precisam de atenção. Retoques em imagens de fundo, variação de fontes, tudo é traduzido e adaptado.
"Nosso letrista monta o quadrinho como um todo, coloca os balões e passamos para revisora. Quando volta, precisamos ler o quadrinho três vezes, cada um dos editores, para não passar nenhum erro." Explica Danielzinho.

Os contos de Robert E. Howard foram publicados em acabamento de luxo

Os contos de Robert E. Howard foram publicados em acabamento de luxo

Conan, o Bárbaro

Por fim, tudo é enviado para a impressão.

"Mandamos para a gráfica e ela envia uma prova dos quadrinhos e a gente revisa mais uma vez e faz um pente fino. E devolvemos para a gráfica com as mudanças, depois disso fica na mão deles", finaliza Daniel.


Catálogo da Editora Pipoca e Nanquim


- Espadas e Bruxas, de Esteban Maroto
- Cannon, de Wallace Wood
- Moby Dick, de Herman Melville e Christophe Chabouté
- Beasts of Burden: Rituais Animais, de Evan Dorkin & Jill Thompson
- Um Pequeno Assassinato, de Alan Moore e Oscar Zárate
- Conan, o Bárbaro - livro 1, de Robert E. Howard
- O guia Definitivo da Espada & Feitiçaria, do Pipoca & Nanquim (formato digital)
- Marada: A Mulher-Lobo, de Chris Claremont & John Bolton
- Conto de areia, de Jim Henson, Jerry Juhl e Ramón K. Pérez
- Guardiões do Louvre, de Jiro Taniguchi

- Um Pedaço de Madeira e Aço, de Chabouté

    Access log