Ligia Braslauskas Literatura Assassinato obscuro é tema de "O Desaparecimento de Stephanie Mailer"

Assassinato obscuro é tema de "O Desaparecimento de Stephanie Mailer"

Quatro mortes bárbaras permeiam narrativa da obra policial

Livro é recheado de suspense

Livro é recheado de suspense

Divulgação

Jesse Rosenberg é um experiente agente de polícia conhecido como o Capitão 100%, por ter solucionado todas as investigações em que trabalhou. Isso até ser abordado pela jornalista Stephanie Mailer numa cerimônia organizada para comemorar a sua saída da corporação, no estado de Nova York. Não foi um encontro amigável: Stephanie confronta Jesse e diz que ele não faz jus à sua fama. Ela é categórica ao afirmar que ele não resolveu corretamente o seu primeiro caso — um quádruplo homicídio ocorrido em 1994. Três dias depois, ela desaparece sem deixar rastro.
 
Essa nova informação traz à tona inúmeros fantasmas do passado e fará com que Jesse e seu parceiro nas investigações, Derek Scott, enfrentem segredos enterrados há décadas. Mas, afinal, o que de fato ocorreu em 30 de julho de 1994, quando o corpo de uma mulher foi encontrado diante da casa do prefeito da cidade de Orphea, nos Hamptons? No interior do imóvel, outras três pessoas foram barbaramente assassinadas. Os crimes ocorreram na noite de estreia do primeiro festival de teatro realizado na pequena cidade, localizada em um balneário. Suspense permeia narrativa de "O desaparecimento de Stephanie Mailer", de Jöel Dicker.
 

O Desaparecimento de Stephanie Mailer
Tradução de André Telles         
576 páginas
R$ 59,90 (impresso)
R$ 39,90 (e-book)
Editora intrínseca