Ligia Braslauskas Literatura Mulher vê assassinato pela janela e ninguém acredita

Mulher vê assassinato pela janela e ninguém acredita

Mas será que o que testemunhou aconteceu mesmo? O que é realidade? O que é imaginação? 

Thriller é diabolicamente viciante

Thriller é diabolicamente viciante

Divulgação

Anna Fox é uma psiquiatra especializada em crianças que mora sozinha na bela casa que um dia abrigou sua família feliz. Separada do marido e da filha e sofrendo de uma fobia que a mantém reclusa depois de um grave acidente de carro, ela passa os dias bebendo (muito) vinho, assistindo a filmes antigos, conversando com estranhos na internet e espionando os vizinhos.
 
Quando os Russells – pai, mãe e o filho adolescente – se mudam para a casa do outro lado do parque, Anna fica obcecada por aquela família perfeita. Até que certa noite, bisbilhotando através de sua câmera, ela vê na casa deles algo que a deixa aterrorizada e faz seu mundo e seus segredos chocantes começarem a ruir: um assassinato.
 
Mas será que o que testemunhou aconteceu mesmo? O que é realidade? O que é imaginação? Existe realmente alguém em perigo? E quem está no controle?
 
Neste thriller diabolicamente viciante, ninguém – e nada – é o que parece. "A Mulher na Janela" é um suspense psicológico engenhoso e comovente que remete ao melhor de Hitchcock. Uma grande estreia do norte-americano A. J. Finn no universo da literatura, o livro é leitura obrigatória.

"A Mulher na Janela"
Tradução de Marcelo Mendes
352 páginas
R$ 39,90
Editora Arqueiro

    Access log