Ligia Braslauskas Literatura Obra relata violência sexual com detalhes perturbadores

Obra relata violência sexual com detalhes perturbadores

No romance, o vilão é uma mulher que atinge homens

Obra relata abuso sexual de homens

Obra relata abuso sexual de homens

Divulgação

Romance de estreia da premiada atriz e escritora norte-americana Amber Tamblyn, “Um Cara Qualquer” (“Any Man”, título original) é um livro provocativo e brutal. Combina gêneros de poesia, prosa e elementos de suspense para dar forma às narrativas chocantes das vítimas de violência sexual, mapeando as formas destrutivas pelas quais a sociedade contemporânea perpetua a cultura do estupro.

O extraordinário é como, com o passar dos anos, essas pessoas aprendem a se curar, unindo-se e encontrando um espaço para levantar as vozes. Com pontos de vistas alternados – e uma assinatura para cada voz e experiência da vítima – as páginas crepitam de emoção que vão do horror à empatia; e tiram o fôlego do leitor. Ousada, a obra pinta um retrato marcante da sobrevivência e é um tributo àqueles que viveram o pesadelo da agressão sexual.

Um Cara Qualquer” é um romance que trata de agressão sexual de forma singular; uma narrativa que tem causando incômodo a muitos leitores norte-americanos. No romance, o vilão é uma mulher que atinge homens com agressões sexuais tão violentas e perturbadoras que poderiam ter sido arrancadas de um filme de terror. As vítimas do sexo masculino são narradores e mergulham na dor profunda de lidar com as consequências do crime que sofreram.

“Um Cara Qualquer”
Tradução de Cynthia Costa
328 páginas
R$ 39,90
Primavera Editorial 

    Access log