Odair Braz Jr Tiago Leifert não ligou nadinha para o racismo de Paula. Por quê?

Tiago Leifert não ligou nadinha para o racismo de Paula. Por quê?

Programa teve como vencedora Paula, que mostrou muito preconceito e racismo durante os três meses em que ficou dentro da casa

Leifert não fez nem uma criticazinha mínima para o racismo de Paula

Leifert não fez nem uma criticazinha mínima para o racismo de Paula

Foto: Divulgação

Parece incrível mesmo, mas o BBB e seu apresentador, Tiago Leifert, não ligaram nadinha para o fato de uma racista vencer o programa. Paula deu provas e mais provas ao longo dos três meses de confinamento de que tem preconceito em relação a um monte de coisas: a pobres, a religiões, a negros e por aí afora.

O programa já não havia feito muita coisa para tentar barrar os comentários da moça. E Tiago Leifert também não. Pior do que isso, em vez de fazer algum tipo de crítica ao discurso de Paula, nem isso fez. Na final, que aconteceu na última sexta (12), Leifert passou aquele pano bonito e elogiou a concorrente momentos antes de ela levar o prêmio. Ele disse: “Teve a audácia de ser quem é em 2019, de ser real, de ser imperfeita".

Entendeu, né? O que ele falou é que em pleno 2019, com um monte de discussões a respeito de racismo e preconceito, Paula teve a “audácia” de ser quem é. Ou seja, ousou ser uma racista e preconceituosa.

Que a moça tenha vencido o BBB19 por ser quem é, até dá para entender. Ela é um reflexo do que é boa parte do povo brasileiro médio, um poço de racismo e preconceito. Mas daí, Leifert e, por tabela a Globo, tornarem isso absolutamente normal, é que surpreende.

E assim, o reality gerou uma de suas piores vencedoras, que teve todo o seu discurso lamentável legitimado pelo canal.