Ziriguidum Após 15 anos Globo cancela Musa do Caldeirão e dá presente ao Carnaval

Após 15 anos Globo cancela Musa do Caldeirão e dá presente ao Carnaval

Passista da Vila Isabel foi a última vencedora do Rio

Passista da Vila Isabel foi a última vencedora do Rio

Reprodução/TV Globo

Se o Carnaval 2018 já teve de lidar com tanta notícia ruim, redução de espaço e tudo mais, ao menos uma notícia devemos comemorar. Após 15 edições, a TV Globo cancelou em 2018 o Musa do Caldeirão, concurso que reunia passistas do Rio de Janeiro e de São Paulo no programa Caldeirão do Huck.

E por qual motivo isso é coisa boa? Pois o quadro tradicionalmente remetia a uma imagem do Carnaval muito longe da realidade das quadras. Quase como regra, as passistas eram entrevistadas com perguntas cheias de malícias, de apelo sexual. Algumas das meninas tiravam de letra, outras aparentavam certo constrangimento, mas a imagem de “pedaço de carne” sempre parecia prevalecer ao samba no pé. 

É bem verdade que muitos nomes do Carnaval ficaram ainda mais fortes após a exposição na disputa. Evelyn Bastos, hoje rainha de bateria da Mangueira, venceu o concurso em 2012. Mara Kelly, famosa passista de São Paulo, esteve na disputa em 2009 e 2013.

Mesmo assim, não teria sentido manter um quadro nesses moldes em pleno 2018. É reforçar uma imagem sexualizada da festa que em nada tem a ver com a realidade. E mais, acaba aumentando o preconceito em torno do Carnaval.

Vinheta dos sambas de 2018 parece ter reciclagem de material da década de 90

Vinheta dos sambas de 2018 parece ter reciclagem de material da década de 90

Reprodução/TV Globo

Na berlinda
É claro que é preciso olhar essa decisão dentro de um contexto amplo. Essa não foi a única baixa no espaço dado pela emissora detentora dos direitos de transmissão dos desfiles. O quadro Roda de Samba, exibido nos jornais locais, foi substituído por matérias gravadas durante os ensaios das escolas e as tradicionais vinhetas produzidas nos estúdios da TV ficaram no passado.

No lugar, entrou um vídeo com estética bastante questionável, que parece ter sido tirado de alguma pasta “vinhetas_carnaval_1996” e colocadas no ar.

Logo, acabar com o concurso do Caldeirão do Huck é mais um espaço de divulgação do Carnaval que se vai na maior emissora do País. Mas, nesse caso, não vai fazer falta.

    Access log