Boechat
TV e Entretenimento Admirador de Boechat registrou orquídea com o nome do jornalista

Admirador de Boechat registrou orquídea com o nome do jornalista

A história ganhou repercussão e viralizou no Twitter após jornalista morrer vítima de um acidente de helicóptero em São Paulo

Admirador de Boechat registrou orquídea com o nome do jornalista

Boechat e a orquídea batizado em sua homenagem

Boechat e a orquídea batizado em sua homenagem

Divulgação/Reprodução Twitter

A história sobre uma inusitada homenagem a Ricardo Boechat viralizou no Twitter na última segunda-feira (11), mesmo dia em que o jornalista morreu vítima de um acidente de helicóptero em São Paulo aos 66 anos.

O jornalista Rafael de Pino, que chegou a trabalhar com Boechat, revelou na rede social que o pai criou e registrou uma espécie da planta batizada com o nome do âncora, de quem era um admirador. "Meu pai, fã declarado do cara, é criador de orquídeas. Entrou em contato por conta própria para comentar sua admiração. Passaram a trocar e-mails, sem que nunca meu nome fosse revelado. Em dado momento, meu pai registrou uma orquídea que criou com seu nome, para a eternidade. Disse a ele. Recebeu em troca um lindo e-mail de agradecimento", relatou.

'Uma pessoa sem luxo', diz viúva de Ricardo Boechat

Em seguida, Rafael revelou o texto enviado pelo jornalista para agradecer o carinho. "Quero compartilhar a alegria que vivi, neste Dia dos Pais ao lado das pequenas Catarina (10) e Valentina (12), temporãs da prole de seis que este orgulhoso sessentão tem ao redor. Estávamos brincando sobre essas coisas de aparecer na TV e falar na rádio, como faço diariamente há tantos a anos. Elas queriam saber 'como é ser famoso' - e fiquei 'tirando onda' com a cara das duas 'me gabando' do sucesso midiático. Pura gozação do velho repórter, é claro, que elas saboreavam repetindo 'que mico!', 'que mico!'. A certa altura, disse-lhes que era 'tão famoso' que tinha virado nome orquídea!", iniciou Boechat, citando as duas filhas mais novas.

Boechat pulou do helicóptero e estendeu a mão, diz testemunha

"As pimpolhas não só duvidaram da história como só aceitaram a verdade depois que lhes mostrei o certificado que você me mandou e a farta correspondência que já trocamos. Finalmente, quando se convenceram de minha 'consagração botânica' ficaram orgulhosíssimas e concordaram com a observação da caçula: - Pai, essa é a coisa mais importante que já lhe aconteceu! Pois é, meu amigo: elas estão cobertas de razão! E a culpa é sua!", brincou.

Rafael finalizou o relato com uma recordação das experiências profissionais que teve ao lado de Boechat. "Sempre um cara afável, com aquele sotaque carioca de almanaque, xingamentos incluídos. Espero que a família tenha todo o conforto necessário. E me disponho a entregar uma muda da Cattlianthe Ricardo Boechat a todos os seus familiares, sempre com respeito ao tempo da natureza. É a primeira e única filha das plantas Cattleya Mini Purple e Cattlianthe Molly Tyler. Todo o meu carinho para ti", escreveu e, em seguida, mostrou também uma foto da orquídea.

    Access log