TV e Entretenimento Após agressão, Luiza Brunet quer metade da fortuna de seu ex-namorado

Após agressão, Luiza Brunet quer metade da fortuna de seu ex-namorado

Pedido será analisado por juiz

Luiza Brunet quer metade da fortuna de seu ex-namorado

Depois de denunciar Lírio Parisotto por agressão, Luiza Brunet está na Justiça e pede metade da fortuna do empresário. Ele foi notificado nesta terça (8) sobre a ação em que ela pede o reconhecimento de união estável, segundo conta a colunista Monica Bérgamo.

Brunet quer metade dos bens de Parisotto nos últimos cinco anos, tempo em que viveram juntos. A ex-modelo e atriz também pede uma auditoria nas empresas de Lírio e acesso às declarações de Imposto de Renda.

Luiz Kignel, advogado do empresário, um dos mais ricos do Brasil, se manifestou e disse que Luiza "finalmente revelou suas verdadeiras intenções: transformar um namoro em um negócio financeiro. Usou a imprensa para posar de vítima e agora pede metade do patrimônio do senhor Lírio Parisotto. Não há o menor fundamento jurídico para essa pretensão".

O advogado de Brunet, Pedro Egberto da Fonseca Neto, também soltou um comunicado sobre o assunto: "Luiza está fazendo valer, de forma legítima, os seus direitos. O acesso ao Poder Judiciário é garantia constitucional. Não é porque o relacionamento terminou de forma litigiosa que ela vai abrir mão de buscar a Justiça. Achar que a Luiza não deveria buscar seus direitos é uma interpretação equivocada e que só beneficia o agressor. Caberá ao juiz que vai julgar a causa decidir se houve ou não a união estável e quais são as consequências resultantes desse reconhecimento".

Entenda o caso

Luiza Brunet foi às redes sociais denunciar as agressões que teria sofrido de Lírio Parisotto. Ele teria batido na ex-modelo no dia 21 de maio deste ano, em seu apartamento, em Nova York. Brunet mostrou inclusive uma foto com o olho machucado. Ela contou que também teve quatro costelas quebradas. 

Lírio, por sua vez, chegou a dizer que Luiza é "muito agressiva. Criatura hipócrita" e que estava sendo julgado e condenado sem nem saber do que se trata". Escreveu ainda que "ela é uma queridinha [da mídia] e sabe muito bem utilizá-la. A verdade não tardará. Não julguem antes dos fatos serem esclarecidos".

    Access log