TV e Entretenimento Após caso de "Procurando Nemo", Mion lembra história de filho autista

Após caso de "Procurando Nemo", Mion lembra história de filho autista

Apresentador se sensibilizou com relato de mulher que não encontrava filme preferido da criança e contou situação que passou com próprio filho

Marcos Mion, procurando nemo

Mion contou história que passou com filho autista

Mion contou história que passou com filho autista

Reprodução/ Instagram

Marcos Mion compartilhou a história emocionante de uma internauta pelo Instagram. 

No post, o apresentador colocou os prints que mostram a mãe desesperada por não conseguir mais encontrar o filme preferido da criança, que é autista, Procurando Nemo, na Netflix. O apresentador também é pai de um filho autista

Pelo Facebook, a mulher, identificada como Fernanda Torres, relatou que o filho autista não queria assistir ao longa por outros meios que não a plataforma de streaming, e ela fazia um apelo para o filme voltar ao catálogo. Nos comentários, um rapaz chamado Rodrigo Lima se dispõe a criar um menu personalizado que se parecesse com o da Netflix e que permitisse que a criança conseguisse assistir ao filme.

Mion se sensibilizou com a história e compartilhou com os seguidores uma história parecida que teve com o filho, Romeo. O apresentador contou que a baleia de pelúcia da criança sumiu e ele teve que tentar comprar, às pressas, um bichinho idêntico.

"Eu sou pai de uma criança autista e já passei por muitas situações desesperadoras como a que a Fernanda passou. Lembro uma vez que sumiu a baleia de pelúcia que Romeo dormia. Era impensável não ter aquela baleia. Quem é da comunidade autista sabe do nível de desespero que estou falando. A loja onde vendia aquela baleia, tinha que ser aquela, com o exato símbolo, fechava em 40 minutos."

"O tempo normal até lá era de uma hora. Não tinha Waze ainda e eu não tinha opção. Tinha que conseguir. Sim, dirigi como um insano irresponsável, coisa que odeio, mas nada poderia me impedir de tentar chegar naquela loja pelo meu filho. O desespero de ele perceber na hora de dormir que a baleia não estava lá me fez correr mesmo sabendo que não chegaria. Ou seja, pior ainda foi a cena: eu correndo até eles gritando com as grades já fechadas". contou.

"Mas ali também encontrei um Rodrigo Lima que me entendeu e reabriu a loja para comprar a baleia para o meu filho autista. Me emocionei com a atitude do Rodrigo Lima que 'salvou a vida' da Fernanda. E eu sei do que estou falando, não é exagero, e mostrou que existe sim compaixão e tolerância! Respeito e amor", concluiu.

O apresentador também contou que não conseguiu encontrar o perfil nas redes sociais do rapaz, mas que se ele se sentisse confortável, podia se manifestar pelos comentários e ser congratulado pelos seguidores.

Mion sempre comenta sobre como é ser pai de uma criança autista e entrevistou o quadrinista Fulvio Pacheco para a série Pais da Nova Era, exclusivamente para o PlayPlus. Fulvio contou que descobriu que está dentro do espectro do autismo depois do filho Murilo, de 9 anos, ser diagnosticado com a doença. A entrevista na íntegra está disponível na plataforma.

Em 2017, a Disney anunciou que criaria o próprio serviço de streaming e que ele seria competidor direto da Netflix, o que acarretou na decisão de tirar todos os produtos da plataforma de streaming. O novo serviço da Disney tem previsão de lançamento para este ano.