TV e Entretenimento Bibi Ferreira deve receber alta na próxima segunda-feira (25)

Bibi Ferreira deve receber alta na próxima segunda-feira (25)

A informação foi confirmada ao R7 por Thina Ferreira, filha da atriz, que explicou que a mãe deve seguir com o tratamento em casa

Bibi Ferreira deve receber alta

Bibi é um dos nomes mais importantes do teatro

Bibi é um dos nomes mais importantes do teatro

Reprodução/Facebook

Bibi Ferreira deve receber alta na próxima segunda-feira (25), após ser internada no Pro-Cardíaco com quadro de desidratação no último dia 4 de junho. A informação foi confirmada ao R7 por Thina Ferreira, filha da atriz.

De acordo com ela, Bibi segue hospitalizada porque aguarda retorno do plano de saúde para dar prosseguimento ao tratamento em casa.

— Ela ainda está cumprindo um tempinho no hospital porque tem muita idade. Ela tem 96 anos. Está só esperando o plano de saúde nos responder, porque a gente necessita de coisas que já eram para ter como, por exemplo, fisioterapeuta. Eu acredito que ela vai ter alta, sair do hospital, lá para segunda-feira (25). Porque nós temos que aguardar este médico aparecer. Ela está lá mais por conta disso.

Sobre o estado atual da mãe, ela explicou que a atriz está bem e que os resultados dos exames não apresentaram nada de anormal.

— Ela está bem. Todos os exames que foram feitos estão perfeitos. Tudo ótimo.

Bibi está internada em um quarto do Pró-Cardíaco. Ela foi a unidade de saúde no último dia 4 de junho para exames de rotina. Já hospitalizada, foi diagnosticada com um quadro de desidratação e permaneceu no local para o tratamento — principalmente por conta da idade avançada. A filha ainda destacou que a mãe nunca esteve na UTI (Unidade de Terapia Intensiva), como chegou a ser noticiado. 

Atriz nasceu em 1922, no Rio de Janeiro

Atriz nasceu em 1922, no Rio de Janeiro

Reprodução/ Arquivo Público Estado de São Paulo

Bibi Ferreira nasceu em 1922, no Rio de Janeiro. Artista de inúmeros talentos, já trabalhou como atriz, diretora, compositora e cantora. A estreia nos palcos foi aos 24 anos, quando substituiu uma boneca desaparecida da coxia antes do início da peça Manha de Sol, de autoria de Oduvaldo Vianna.

Em 1941, iniciou a carreira ao lado do Pai, Procópio Ferreira. De lá para cá, construiu uma das carreiras mais respeitadas do teatro brasileiro. Este ano, foi homenageada com um musical que conta a trajetória pessoal dela em um texto assinado por Arthur Xexéo e Luanna Guimarães e direção geral de Tadeu Aguiar.

*Estagiário do R7, sob supervisão de Thiago Calil. 

    Access log