Ex-Miss Brasil Rejane Goulart morre aos 59 anos

Atriz se recuperava de uma cirurgia na perna para curar uma trombose e teve um AVC

Ex-Miss Brasil Rejane Goulart morre aos 59 anos

Rejane trabalhou em "Ribeirão do Tempo"

Rejane trabalhou em "Ribeirão do Tempo"

Divulgação/Record

Rejane Goulart morreu nesta quinta-feira (26) vítima de um AVC (Acidente Vascular Cerebral). A atriz se recuperava de uma cirurgia na perna feita em abril para curar uma trombose. Ela havia caído e tinha colocado placas e pinos. Não há informações sobre o enterro.

Rejane foi Miss Brasil e vice Miss Universo em 1972. Após a carreira nos concursos de beleza, entrou para a televisão. Seu último papel foi em Ribeirão do Tempo (Record), em 2010.

Quando entrou para a novela, a atriz estava há 12 anos longe das telinhas. Sua personagem, Larissa, foi especialmente pensada para ela, que ligou para o autor Marcílio Moraes pedindo uma oportunidade. Os dois trabalharam juntos em Mandala, de 1988, da Globo. 

Leia mais sobre miss no blog Tudo Miss & Tudo Mais

Rejane havia dado um tempo na carreira para se dedicar à família. Ela tinha dois filhos: Rodrigo, fruto do casamento com Rubens Goulart, e Júlia, da relação com o diretor de produção Ítalo Granato.

Rejane Goulart foi Miss Brasil 1972

Rejane Goulart foi Miss Brasil 1972

Reprodução/Facebook

Ao todo, foram 14 anos como atriz e 10 novelas na Globo e na Record. Entre as produções se destacam Ti Ti Ti (1985), Felicidade (1991) e A Viagem (1994).

Vida de Miss

Aos 17 anos, após conseguir seu primeiro emprego numa loja de sapatos, a beleza da moça foi descoberta por uma das freguesas do local. A cliente sugeriu o nome de Rejane para disputar, em 1972, o concurso de Miss Pelotas, cidade do Rio Grande do Sul. A disputa rendeu o primeiro título de beleza. Em entrevista ao R7 em 2010, a atriz relembrou o episódio.

— Meu sonho sempre foi ter uma joia. Quando soube que todas as participantes iriam ganhar um anel, eu me inscrevi. Não consegui mais sair desse meio. 

No mesmo ano, veio o título de Miss Brasil e o segundo lugar no Miss Universo. Com os prêmios, Rejane conseguiu dar uma condição melhor de vida aos pais, que moravam no interior do Rio Grande do Sul.

— Lembro de assistir televisão pela janela da vizinha, mas sempre sonhei com uma vida melhor. Comprava livros no jornaleiro e lia histórias de princesas. Sonhava que um dia tudo o que eu estava lendo poderia acontecer comigo. 

Aos 22 anos, ela se mudou para o Rio de Janeiro e ganhou uma vaga no humorístico Planeta dos Homens (Globo). A atriz também estampou dezenas de capas de revistas. 

    Access log