O Beijo Performance de Kako Arancibia abre diálogo sobre HIV

Performance de Kako Arancibia abre diálogo sobre HIV

Performance de Kako Arancibia abre diálogo sobre HIV

Performance de Kako Arancibia abre diálogo sobre HIV

Nos dias 27 de abril (sexta-feira), um, quatro e cinco de maio (terça-feira, sexta-feira e sábado) o Itaú Cultural apresenta performance Contagiar, na qual Kako Arancibia interage com o seu público e os transeuntes da avenida Paulista, em frente ao prédio. 

O ator propõe a conversar a respeito do HIV/AIDS. A ação é um esquenta para a quinta edição de Todos os Gêneros: Mostra de Arte e Diversidade, evento promovido anualmente pelo instituto para tratar de questões ligadas a identidade de gênero, sexualidade, corpo e afetividade.

O Beijo

O Beijo

O Beijo
Crédito:(Divulgação/Luana Torres)

Em uma cadeira se senta o performer e em outra, posta à sua frente, pode ocupar quem desejar conversar a respeito do HIV/AIDS. 

Segundo Arancibia, Contagiar propõe um espaço de arte sem arte, um campo aberto para a conversa e para a receptividade.  

O Beijo

O Beijo

O Beijo
Crédito:(Divulgação/Adriano Milan)

Ao tratar o tema publicamente, o performer propõe um processo de cura mutua.

Se colocando abertamente como pessoa que vive com HIV, ele procura se exibir como um ato de resistência, mostrando-se vivo, desavergonhado de sua condição. 

Somado ao espaço de conversa, o ator lança um convite à pessoa que participa da ação.

Ele propõe que o público siga seu caminho vivendo uma espécie de micro performance, levando no corpo, em lugar visível, uma marca de HIV+, para experimentar na pele o que é conviver abertamente com a condição.

A ação contará com um interprete de libras.

    Access log