Performance de Kako Arancibia abre diálogo sobre HIV

Performance de Kako Arancibia abre diálogo sobre HIV

Performance de Kako Arancibia abre diálogo sobre HIV

Nos dias 27 de abril (sexta-feira), um, quatro e cinco de maio (terça-feira, sexta-feira e sábado) o Itaú Cultural apresenta performance Contagiar, na qual Kako Arancibia interage com o seu público e os transeuntes da avenida Paulista, em frente ao prédio. 

O ator propõe a conversar a respeito do HIV/AIDS. A ação é um esquenta para a quinta edição de Todos os Gêneros: Mostra de Arte e Diversidade, evento promovido anualmente pelo instituto para tratar de questões ligadas a identidade de gênero, sexualidade, corpo e afetividade.

O Beijo

O Beijo

O Beijo
Crédito:(Divulgação/Luana Torres)

Em uma cadeira se senta o performer e em outra, posta à sua frente, pode ocupar quem desejar conversar a respeito do HIV/AIDS. 

Segundo Arancibia, Contagiar propõe um espaço de arte sem arte, um campo aberto para a conversa e para a receptividade.  

O Beijo

O Beijo

O Beijo
Crédito:(Divulgação/Adriano Milan)

Ao tratar o tema publicamente, o performer propõe um processo de cura mutua.

Se colocando abertamente como pessoa que vive com HIV, ele procura se exibir como um ato de resistência, mostrando-se vivo, desavergonhado de sua condição. 

Somado ao espaço de conversa, o ator lança um convite à pessoa que participa da ação.

Ele propõe que o público siga seu caminho vivendo uma espécie de micro performance, levando no corpo, em lugar visível, uma marca de HIV+, para experimentar na pele o que é conviver abertamente com a condição.

A ação contará com um interprete de libras.

    Access log