TV e Entretenimento "O Garçom Maluco tem muito de mim", diz intérprete de personagem

"O Garçom Maluco tem muito de mim", diz intérprete de personagem

Marcos Souza também falou do sucesso da Cobra Judite e comemorou a repercussão positiva do trabalho no Balanço Geral SP

Marcos confessa que se parece com o Garçom Maluco

Marcos confessa que se parece com o Garçom Maluco

Reprodução/Instagram

Você pode até não reconhecer Marcos Souza pelo nome, mas certamente já o viu na TV pelo menos alguma vez. O produtor é o responsável pela manipulação da cobra Judite, além de interpretar o Garçom Maluco, ambos do Balanço Geral SP.

A ideia de incluir os personagens no programa da RecordTV foi do próprio Marcos, que nem imaginava que hoje eles seriam um sucesso.

— Eu achei a Judite no nosso acervo e trouxe para o programa, era com o Geraldo [Luís] na época. No começo, ela não falava, só ficava gesticulando, brincando, às vezes eu escrevia alguma coisa em um cartaz e grudava nela. Com o tempo, ela foi criando vida, ganhando espaço, o [Reinaldo] Gottino começou a brincar com ela... e hoje ela é uma personagem que faz parte do programa, dessa família.

Sobre o Garçom, o produtor confessa que emprestou um pouco de seu jeitinho para criar o personagem. Além disso, a experiência de cerca de 15 anos de profissão também ajudou na inspiração.

União com a equipe é a chave do sucesso

União com a equipe é a chave do sucesso

Reprodução/Instagram

— Eu sempre estive nesse meio artístico, fazia shows, imitações e tenho um carinho muito grande por todos meus personagens, mas hoje, pra mim, ele [Garçom] é o carro-chefe. Eu joguei tudo que tenho de mim nele, sou brincalhão, expressivo — até quando eu fazia a Morte [no Domingo Show] usava muito a expressão corporal —, e uni isso com as brincadeiras. Ele tem bastante de mim, tenho a liberdade de ser eu.

Além dos personagens, Marcos é responsváel pela produção e direção de externa do Balanço, e ainda participa das externas ao lado de Fabíola Gadelha, na edição matinal do programa. Fora das telinhas, ele faz shows de imitações, eventos e festas infantis. O produtor se diverte ao falar como faz para dar conta de tudo.

— A gente se vira nos 30 [risos].

Carinho do público

O retorno do trabalho vem das ruas e das redes sociais. Marcos conta que é abordado por muitos fãs e recebe elogios dos internautas.

— Nem todo mundo sabe quem é quem de cada personagem, alguns ficam confusos, só olham, outros já vêm e falam: "Judite! Garçom!". Isso é muito gratificante, fico muito feliz com o carinho do povo e por saber que o programa está sendo visto. O pessoal compartilha bastante, torce, manda mensagem...

Para o produtor, o segredo do sucesso das imitações no Balanço é a união da equipe, formada, além dele, pelos jornalistas Reinaldo Gottino, Fabíola Reipert e Renato Lombardi.

— Na verdade, não é porque trabalho com ele, mas o Gottino é uma pessoa que acabou agregando todo mundo, até mesmo o Lombardi, que era uma coisa mais séria, acabou se liberando um pouco. Então, o sucesso é a nossa união, todo mundo está junto, pensando de uma forma só, sem querer mais do que o outro, é uma família mesmo. O programa formou essa força e graças a Deus tomou o rumo que é.

O produtor Miranda foi homenageado por Macos Souza

O produtor Miranda foi homenageado por Macos Souza

Reprodução/Instagram

Personagens diversos

Além dos já consagrados, o produtor tem se transformado em outras personalidades como, por exemplo, Mick Jagger, Carmen Miranda. Marcos explica que essa é uma tendência do programa.

— Quando acontece algum fato e conversamos na reunião, a gente acaba bolando a ideia de fazer um personagem na hora. Então, eu fiz o Miranda, quando ele, infelizmente, faleceu; a Gal Costa, Ronnie Von... É sempre de acordo com a pauta do programa.

    Access log