TV e Entretenimento "Porta dos Fundos" incomoda e faz rir, destaca New York Times

"Porta dos Fundos" incomoda e faz rir, destaca New York Times

Jornal exalta sucesso do grupo que é o quinto maior canal de comédia do mundo no Youtube

"Porta dos Fundos" incomoda e faz rir, diz New York Times

Porta dos Fundos é o maior canal do YouTube no Brasil

Porta dos Fundos é o maior canal do YouTube no Brasil

Divulgação

Sucesso no Brasil, o Porta dos Fundos virou notícia no New York Times, um dos principais jornais dos Estados Unidos. Neste sábado (31), a trupe de Fábio Porchat, Antônio Tabet, Gregório Duvivier, João Vicente de Castro e Ian SBF estrela a matéria “No YouTube, trupe de comédia incomoda Brasil e faz rir”.

Na reportagem, o jornal norte-americano ressalta o crescimento do grupo nos últimos meses, coincidindo com os protestos espalhados pelo País. O Porta dos Fundos é o quinto maior canal de comédia do YouTube no mundo e o mais popular do Brasil.

O vídeo Reunião de Emergência é citado como exemplo do estilo do Porta dos Fundos, que aborda assuntos polêmicos como religião, sexualidade, política e, neste caso específico, corrupção.

Porta dos Fundos comemora um ano: "Não imaginávamos todo esse sucesso"

À publicação, Antônio Tabet contou que muitas pessoas no Brasil agem de forma passiva diante a corrupção. Para ele, o Porta tem a missão de acordar as pessoas frente esses assuntos.

Conheça a vida dos humoristas do Porta dos Fundos

Outro vídeo citado pela matéria do New York Times é o Oh Meu Deus, que causou polêmica com o deputado Marco Feliciano. O político esbravejou contra o grupo no Twitter e até pediu para a Polícia Federal investigá-lo. Para Gregório Duvivier, quem deveria ser investigado por crimes de ódio e preconceito é Marco Feliciano.

Veja mais videos do Porta dos Fundos

Ao jornal, apontado como um dos integrantes mais populares do grupo, Fábio Porchat ressaltou a importância do humor em questões importantes sociais e políticas.

— Humor coloca uma luz sobre determinado assunto. Você pode entender um pouco mais sobre este assunto rindo sobre ele.
 

    Access log