TV e Entretenimento Zezé Polessa dedica prêmio à mãe que a expulsou de casa quando largou o sexto ano de medicina para ser atriz

Zezé Polessa dedica prêmio à mãe que a expulsou de casa quando largou o sexto ano de medicina para ser atriz

A carioca levou o troféu de melhor atriz na primeira edição do Prêmio Cesgranrio de Teatro

Zezé Polessa dedica prêmio à mãe que a expulsou de casa quando largou o sexto ano de medicina para ser atriz

Zezé Polessa viveu um dilema na juventude. A atriz largou a faculdade de medicina no sexto ano e decidiu seguir a carreira de atriz, algo que levou sua mãe a expulsá-la de casa. De forma bem-humorada e deixando claro que não existe mágoa entre as duas, Zezé dedicou à mãe o troféu de melhor atriz da primeira edição do prêmio Cesgranrio de Teatro, realizado nesta terça-feira (21), no Copacabana Palace, zona sul do Rio de Janeiro.

— Quero dedicar esse prêmio à minha mãe, que no momento em que eu estava largando a medicina para virar atriz, me botou na rua. Depois de 30 anos de análise, hoje eu entendo como um ato de muita confiança em mim [risos].

Em conversa com o R7, Zezé contou como foi sua saída de casa.

— Quando eu estava no sexto ano de medicina, eu quis largar tudo. Na verdade não era muito claro assim: "Eu vou largar tudo para ser atriz". Eu estava numa crise e a minha mãe falou: "Então vai cuidar da sua vida, eu não entendo isso, não sei como te ajudar". Uma coisa horrível para uma mãe fazer naquela época.

A atriz saiu de casa e ficou sem falar com a mãe por vinte dias, mas depois recuperou o contato com a família.

— A gente ficou uns vinte dias sem se falar, ela não sabia onde eu estava. Ela foi onde eu estava com uma cesta básica e nunca mais me abandonou. Depois de anos ela me disse que tinha a certeza que eu iria me dar bem.

Zezé levou o troféu de melhor atriz na primeira edição do prêmio Cesgranrio de Teatro por seu trabalho no espetáculo Quem Tem Medo de Virgínia Wolf.

Leia mais

Zezé Polessa briga com motorista da Globo, que infarta e morre

Zezé Polessa mandou motorista morto ‘comprar GPS ou dirigir um jegue’, segundo fonte

Zezé Polessa desabafa sobre morte de motorista: “Eu não tenho nada a ver"

Fabíola Reipert manda recado para Andressa Urach:

    Access log