Falando de Viagem Parques Aquáticos de Orlando • Discovery Cove com crianças: vale a pena a visita?

Parques Aquáticos de Orlando • Discovery Cove com crianças: vale a pena a visita?

Passar um dia aproveitando a calmaria do parque é uma ótima proposta para toda a família.

Passar um dia aproveitando a calmaria do parque é uma ótima proposta para toda a família.

O nado com os golfinhos deixa as crianças encantadas no Discovery Cove.

O nado com os golfinhos deixa as crianças encantadas no Discovery Cove.

Falando de Viagem


O Discovery Cove oferece uma proposta diferenciada em Orlando. O complexo não é exatamente um parque, mas sim uma espécie de resort no qual famílias podem passar o dia de forma mais exclusiva: sem filas, adrenalina ou muvuca. O Discovery Cove funciona no sistema all-inclusive e tem muitas atividades relaxantes na água, como piscinas, cachoeiras e praias artificiais. Além disso, um grande diferencial do complexo é a interação com animais. A atração mais famosa é o nado com golfinhos, mas eles também disponibilizam nado com tubarões, arraias, escafandro, entre outros - todos pagos a parte.

Passar um dia aproveitando a calmaria do parque é uma ótima proposta para toda a família, mas crianças irão encontrar algumas limitações dependendo da idade. Antes de explicarmos as partes mais burocráticas, também é preciso deixar claro que, por não se tratar de um parque temático, o Discovery Cove não tem brinquedos ou estímulos visuais óbvios para crianças. A ideia é relaxar e aproveitar um outro lado de Orlando em família.

Idades mínimas

Ao chegar ao complexo, a idade de todos os visitantes é checada via documentos de identificação. Para as crianças, a verificação diz respeito à idade mínima das atrações; para adultos, é sobre o consumo de bebidas alcoólicas. Independentemente da idade, o Discovery Cove disponibiliza coletes salva-vidas em uma enorme variedade de tamanhos (infantis de -4 até 16), várias piscinas de águas rasas e brinquedinhos de areia.

Crianças maiores de dois anos pagam o ingresso inteiro, assim como adultos, porque, segundo o parque, todas as idades aproveitam igualmente as instalações. As menores de dois anos têm gratuidade.

As interações com animais marinhos têm suas próprias idades mínimas: seis anos para o nado com golfinhos e alimentação das arraias; 10 para o nado com tubarões e para o SeaVenture. A visita ao aviário não tem restrições de idade. Estas atrações também têm outras regras: em todas, o maior responsável precisa assinar uma autorização; algumas exigem que um responsável maior de idade faça a interação junto com a criança.

Leia também:
- SeaVenture: atração única e imperdível no Discovery Cove
- Discovery Cove: nade com arraias em Orlando
- Nado com golfinhos no Discovery Cove

Crianças maiores X crianças menores

Como foi explicado acima, as atrações com animais marinhos, que são o coração do Discovery Cove, têm restrições de idade, o que é óbvio e totalmente compreensível. Ao analisar tais regras, é facilmente perceptível que crianças um pouco maiores conseguem curtir tudo que o parque tem para oferecer sem problemas. Porém, surge a dúvida em relação às crianças menores: vale a pena levar um bebê para o Discovery Cove?

Se a experiência no Discovery Cove já é para ser tranquila mesmo com as atividades com animais, sem elas, a proposta é de ainda mais relaxamento. Pense que é como passar um dia no clube, curtindo as piscinas e o conforto do all-inclusive. Um gasto a mais que recomendamos fortemente caso você queira visitar o resort com um bebê é o aluguel de uma cabana. O complexo oferece lockers e espreguiçadeiras gratuitas por toda a área, mas a cabana dá muito mais privacidade e conforto para o seu bebê mamar, dormir e fugir um pouco do sol. As cabanas custam a partir de 199 dólares e podem ser divididas por famílias de até seis pessoas.

Outra questão que há de se considerar com crianças pequenas é o custo-benefício desse passeio. Por oferecer uma proposta exclusiva e diferente de tudo que se vê em Orlando, o preço do ingresso do Discovery Cove é mais alto em comparação com os parques temáticos tradicionais. Por isso, é preciso pensar se vale a pena investir um valor significativo em um "dia de clube", sem o diferencial da interação com animais. Se, por exemplo, o seu hotel oferecer uma boa estrutura nas áreas comuns, talvez a ida ao Discovery Cove seja dispensável.

Leia também: [url]3 experiências pagas que valem a pena no Discovery Cove[/url]

Conclusão

Cabe apenas a você e sua família decidir se vale ou não a pena ir com crianças no Discovery Cove, mas acreditamos que analisar os pontos citados ajude muito na sua escolha final. Nós adoramos a experiência proporcionada pelo parque. Caso você viaje com uma criança muito pequena e opte por não visitar o complexo dessa vez, não deixe de a levar um pouco maior para aproveitar tudo que o Discovery Cove tem para oferecer. É um lado diferente de Orlando e uma ótima escolha para descansar e relaxar em meio à loucura e cansaço dos intensos parques temáticos.

Boa diversão!

Texto e foto: Manoela Caldas.

O Falando de Viagem viajou para Orlando a convite do SeaWorld.

E você, já foi ao Discovery Cove com crianças? O que achou? Recomenda? Conte para nós a sua experiência!

    Access log